PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 43 o número de mortos em acidente de ônibus no sul do Peru

21/02/2018 17h10

(Atualiza o número de vítimas com dados oficiais).

Lima, 21 fev (EFE).- Ao menos 43 pessoas morreram e outras 24 ficaram feridas nesta quarta-feira depois que um ônibus de passageiros tombou e despencou por um abismo na região de Arequipa, no sul do Peru, informaram fontes oficiais.

O último boletim do Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci) afirmou que, "até o momento, 43 corpos foram recuperados e serão transferidos ao necrotério de Arequipa"; enquanto 24 feridos foram levados para hospitais da cidade.

Veículos de imprensa locais indicaram, no entanto, que as vítimas mortais são 44 ou 45, mas estes últimos números ainda não foram confirmados pelas autoridades.

O Indeci acrescentou que os grupos de resgate "continuam revisando a área" em busca de mais corpos e que membros do Departamento de Investigação de Acidentes de Trânsito de Arequipa realizam "as diligências correspondentes para a investigação" do caso.

O acidente aconteceu na madrugada desta quarta-feira na altura do quilômetro 780 da rodovia Pan-Americana Sul nas proximidades da ponte Ocoña, na cidade de Camaná.

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, afirmou em mensagem no Twitter que as autoridades ativaram imediatamente todos os protocolos para lidar com esta emergência.

"Minhas condolências aos familiares das vítimas do acidente de trânsito em Arequipa. Desde o ocorrido, foram ativados todos os procedimentos para o apoio imediato do resgate e a transferência das vítimas aos centros de saúde mais próximos", afirmou Kuczynski.

De acordo com a informação, o ônibus tombou por causas ainda não conhecidas, em uma curva pronunciada da rodovia, e despencou por um abismo de aproximadamente 200 metros até quase chegar às margens do rio Ocoña.

Ao local do acidente compareceram efetivos dos bombeiros voluntários, da Polícia Nacional e equipes médicas. Além disso, foi instalada uma ponte aérea para transferir os feridos de maior gravidade para hospitais de províncias próximas.

A governadora de Arequipa, Yamila Osorio, informou que o Centro de Operações de Emergência Regional (COER) "está trabalhando desde a madrugada, coordenando a mudança e o atendimento dos feridos".

"Minhas condolências às famílias de todas as pessoas falecidas neste acidente fatal", afirmou a governadora em mensagem no Twitter. EFE

dub/rpr

(foto) (vídeo)