PUBLICIDADE
Topo

Ataque com carro-bomba do Al Shabab deixa 18 mortos e 13 feridos na Somália

22/03/2018 14h00

(Atualiza número de mortos e acrescenta reações).

Mogadíscio, 22 mar (EFE).- Pelo menos 18 pessoas morreram e outras 13 ficaram feridas nesta quinta-feira em um ataque com carro-bomba do grupo jihadistas Al Shabab em frente ao hotel Wehliye em Mogadíscio, capital da Somália, que é frequentado por políticos e funcionários somalianos, informaram à Agência Efe fontes do governo.

O porta-voz do Ministério de Segurança Interna da Somália, Abdulasis Ali Hildhiban, disse à Efe informou o número de mortos e acrescentou que o governo convocou uma reunião de urgência para analisar o ataque.

O Al Shabab reivindicou a autoria do atentado ao afirmar que o alvo era uma reunião que ocorria no hotel, informou a emissora de rádio local "Garowe". O ataque aconteceu na movimentada rua Makka Al Mukarama, onde estão localizados diversos edifícios do governo, hotéis e restaurantes.

Segundo a imprensa local, a maioria das vítimas são vendedores ambulantes e pedestres que estavam perto do hotel no momento da explosão.

A Somália, que sofre ataques frequentes do Al Shabab, registrou em outubro do ano passado o pior de sua história: um ataque com caminhões-bomba que deixou 512 mortos em Mogadíscio.

Segundo analistas locais, os problemas internos do governo e seu distanciamento com a cúpula do Exército permitiram que os jihadistas recuperassem a sua capacidade de atentar em grande escala.

O país vive num estado de guerra e caos desde 1991, quando o ditador Mohamed Siad Barre foi derrubado, o que deixou a Somália sem um governo efetivo e em mãos de milícias radicais islâmicas e grupos armados.