Sobem para 21 número de mortos em duplo atentado em Cabul

(atualiza número de mortos e dá mais detalhes)

Cabul, 30 abr (EFE).- Pelo menos 21 pessoas morreram, entre elas um fotógrafo da agência "AFP" e outros dois jornalistas, e 40 ficaram feridos em um duplo atentado nesta segunda-feira em uma área do centro de Cabul, capital do Afeganistão, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

O porta-voz do Ministério da Saúde Pública do Afeganistão, Wahidullah Majroh, confirmou que os mortos já chegam a 21 e os feridos a 40, dizendo que a maioria deles foram transferidos para o hospital Wazir Akbar Khan, "o mais próximo do local do ataque".

Majroh detalhou que entre os mortos estão pelo menos três jornalistas, um deles o fotógrafo Shah Marai da agência "AFP", segundo confirmou a própria agência francesa no Twitter.

Majroh identificou o segundo jornalista como Khir Mohammad Tokhi, da rede de televisão afegã "Tolo News", enquanto o terceiro, do qual não revelou a identidade, trabalhava para a "Jahan TV".

O porta-voz da Polícia local Hashmat Stanekzai, disse à Efe que um suicida detonou uma primeira bomba na sua motocicleta por volta das 8h (horário local, 0h30 em Brasília), na área de Shashdarak, no distrito policial número 9 da capital afegã.

Cerca de meia hora mais tarde aconteceu uma segunda explosão, quando, segundo Stanekzai, "um suicida que se disfarçou de jornalista com uma câmera na mão detonou os explosivos que levava entre um grupo de civis e jornalistas que tinham ido para a região para cobrir o fato".

Na área também há um complexo de escritórios da principal agência de inteligência afegã, o Diretório Nacional de Segurança (NDS, em inglês), além da sede da Otan e de várias ONGs internacionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos