PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 24 o número de mortos em explosão em fábrica de fogos no México

05/07/2018 21h16

Cidade do México, 5 jul (EFE).- As autoridades do Estado do México elevaram de 19 para 24 o número de mortos e a 49 o de feridos em decorrência das explosões ocorridas nesta quinta-feira em uma fábrica clandestina de fogos de artifício no município de Tultepec.

No local das explosões, um armazém da região conhecida como La Saucera, morreram 17 pessoas e outras sete quando recebiam atendimento nos hospitais para onde foram levadas, informou a Procuradoria Geral de Justiça estadual em comunicado.

Entre os mortos há um menor de idade e as autoridades transferiram todos os corpos às suas instalações para os trâmites periciais da investigação e posteriormente entregá-los a seus familiares, afirmou a instituição.

A titular da Secretária de Segurança Pública do Estado do México, Maribel Cervantes, confirmou que ocorreram pelo menos três explosões, as últimas duas quando bombeiros, paramédicos e policiais já estavam no local.

Pelo menos sete bombeiros se encontram entre os mortos, segundo as autoridades.

A procuradoria estadual afirmou ainda que até o momento foram contabilizados 49 feridos pelas explosões, que estão internados tanto em hospitais do Estado do México como da Cidade do México.

O secretário de Saúde do Estado do México, Gabriel O'Shea, afirmou que, por instruções do governador do estado, Alfredo del Mazo, as autoridades assumirão os custos de hospitalização.

A primeira explosão ocorreu depois das 9h40 (horário local, 11h40 de Brasília) em um fábrica clandestina de fogos de artifício "e posteriormente a contaminação da explosão fez com que houvesse uma segunda, terceira, quarta, pela disseminação dos explosivos".

De acordo com declarações do coordenador nacional de Defesa Civil, Luis Felipe Puente, o incidente se desencadeou "seguramente por um mau uso do produto pirotécnico".

Esta é a terceira explosão com vítimas mortais no mesmo município em menos de um mês.

Em 6 de junho, uma explosão em uma casa que supostamente era utilizada como armazém de artigos pirotécnicos deixou sete mortos e pelo menos oito feridos no município.

Dias depois, em 25 de junho, outra pessoa morreu e seis ficaram feridas em explosões ocorridas em um depósito e em duas fábricas de fogos.

O incidente mais grave registrado em Tultepec nos últimos anos ocorreu em dezembro de 2016, quando uma explosão no mercado local causou a morte de 42 pessoas.