PUBLICIDADE
Topo

Atleta italiana negra fica ferida ao ser agredida com ovada no olho

30/07/2018 10h54

Roma, 30 jul (EFE).- A atleta italiana Daisy Osakue, de origem nigeriana, ficou ferida em um olho após ser agredida com uma ovada lançada de um carro na noite de domingo, incidente que está sendo investigado como ato de racismo na Itália.

Osakue foi atingida no rosto por um dos ovos e teve que ser operada devido a uma lesão na córnea e para a retirada de fragmentos. O ataque aconteceu enquanto a atleta voltava para casa em Turim, onde vive desde pequena com os pais, que são nigerianos.

A jovem de 22 anos, considerada uma das promessas italianas do lançamento de disco e do arremesso de peso, explicou que, embora não tenha recebido insultos racistas durante o incidente, "é estranho que alguém carregue ovos em um carro à meia-noite".

Segundo a imprensa local, a polícia já investiga esse e outros episódios de lançamento de ovos de um carro na mesma cidade nos últimos dias.

A juventude do Partido Democrata (PD) de Turim denunciou em comunicado a agressão a Osakue, apontada como militante da formação, e acusou o governo de gerar "o clima de tensão e violência cega que está sendo criada na Itália".

"Chegou a hora de deixar de menosprezar as agressões contra pessoas que têm como única culpa ter uma cor de pele diferente. Quem finge que é um acidente ou uma coincidência, mente", acrescentou em comunicado a juventude do partido.

Os integrantes do PD corroboraram que inúmeras pessoas na Itália já foram agredidas por serem negras ou imigrantes, motivo pelo qual pediram ao ministro do Interior, Matteo Salvini, para que compareça ao Parlamento para "explicar estes fenômenos que parecem aumentar, alimentados pela propaganda racista".

Salvini afirmou ontem que o alarme de racismo "é uma invenção da esquerda, os italianos são boas pessoas, mas a sua paciência tem acabado".

Daisy Osakue explicou precisará de alguns dias de repouso para estar apta a participar do Campeonato Europeu de Atletismo, que disputado em Berlim, na Alemanha.