PUBLICIDADE
Topo

FSD suspendem combates na Síria por causa da saída de jihadistas

14/03/2019 09h09

Al Baguz (Síria), 14 mar (EFE).- As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança liderada por curdos, suspenderam nesta quinta-feira os combates contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) em Al Baguz, seu último reduto no leste da Síria, devido à saída dos radicais da região, disse à Agência Efe uma fonte curda.

Mais de cem jihadistas e seus familiares saíram de Al Baguz através do corredor aberto pelas FSD e esperam a chegada de outros rodízios durante o dia de hoje, afirmou à Efe o comandante das FSD, Mervan Qamishlo.

Os terroristas contra-atacam desde ontem à noite as FSD e conseguiram recuperar posições que já tinham perdido para as FSD, segundo a mesma fonte.

A coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos e que apoia as FSD, lançou dezenas de mísseis esta madrugada contra as posições ainda dominadas pelos radicais nessa pequena área na Síria, na fronteira com o Iraque. EFE