PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Fernández enaltece vacinação contra covid-19 e questiona gestão de Macri

05/03/2021 23h46

Buenos Aires, 5 mar (EFE).- O presidente da Argentina, Alberto Fernández, enalteceu nesta sexta-feira a campanha oficial de vacinação contra a covid-19 no país, onde mais de um milhão de pessoas já foram vacinadas, e criticou a gestão anterior, de Mauricio Macri, no âmbito da saúde.

"Conseguimos superar a marca de um milhão de vacinados, e ainda temos que vacinar muita gente com mais velocidade", comentou o governante ao visitar um hospital público na cidade de Ituzaingó, na província de Buenos Aires, onde funciona um centro de vacinação.

Fernández comentou que obter acesso a vacinas contra a covid-19 foi uma "peripécia" porque "10% dos países concentram 90% das vacinas produzidas".

"Estamos entre os privilegiados que recebem vacinas, não no ritmo que gostaríamos, nem mesmo no que contratamos, mas as recebemos e continuamos avançando", comentou.

O mandatário reclamou das pessoas que rejeitaram as vacinas na Argentina, "assustando muita gente" ao chamarem o imunizante de "veneno", afirmou.

Fernández explicou que ele e outros integrantes do governo foram vacinados publicamente "para acabar com a difamação de que a vacina não era confiável".

Ao se referir a alguns setores da oposição, Fernández disse que algumas pessoas não se importaram com a saúde pública e "apenas encheram a cabeça do povo para que não se vacinasse, escolhendo a morte antes da vida".

O governante declarou que, no final de 2019, quando assumiu a presidência, seu governo recebeu da gestão anterior um sistema de saúde pública "colapsado".

"Ninguém quer mais do que eu a união de todos os argentinos. Ninguém quer mais do que eu que a fenda seja fechada, se é que ela existe, mas não me peçam para me tornar cúmplice da crueldade que fizeram. Não vou me calar sobre o que fizeram com os hospitais, sobre como destruíram a saúde pública", argumentou.

A Argentina, com uma população de cerca de 45 milhões de habitantes, iniciou a campanha de vacinação contra a covid-19 no final de dezembro e já recebeu 4.050.540 doses de vacinas de vários fornecedores.

De acordo com dados oficiais, foram administradas até o momento 1.357.596 doses. Ao todo, 1.030.504 pessoas receberam a primeira dose, enquanto 327.092 pessoas já foram imunizadas com a segunda.

Desde que o primeiro caso de covid-19 foi registrado na Argentina, em 3 de março de 2020, o país totaliza 2.133.963 infecções e 52.644 mortes. EFE

nk/vnm