PUBLICIDADE
Topo

Na ONU, Brasil defende língua portuguesa e direitos de afrodescendentes

27/02/2017 16h15

Ministra dos direitos humanos, Luislinda Dias de Valois Santos, disse ainda que o país "está de volta" durante abertura da 34ª. sessão regular do Conselho de Direitos Humanos, em Genebra.