Giro UOL Especial: 'Vitória de Trump indica país dividido', diz professora

Giovanna Montemurro

Do UOL, em São Paulo

Quando, em junho do ano passado, Donald Trump anunciou que estava entrando na corrida republicana à Casa Branca, poucos o levaram a sério. E na madrugada de hoje ele se tornou o 45º presidente dos Estados Unidos. Apesar das pesquisas contrárias, o empresário derrotou a democrata Hillary Clinton.

No discurso de vitória, Trump se comprometeu a "renovar o sonho americano" e fez um apelo para a união do país dizendo que será "o presidente de todos os americanos."

O UOL conversou sobre as repercussões dessa guinada à direta nos EUA com Cristina Pecequilo, professora de Relações Internacionais da Unifesp, e com Rubens Barbosa, ex-embaixador do Brasil nos EUA entre 1999 e 2004.

Para Cristina, "a vitória de Donald Trump indica um país dividido e os próximos meses serão um reflexo dessa divisão." Apesar da aparente cisão, para Barbosa, se "formos levar ao pé da letra" o que Trump disse no discurso da vitória, "ele vai tentar fazer um esforço para de alguma maneira superar as profundas divisões que foram mostradas durante a campanha."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos