Doze anos após tsunami na Ásia, 400 corpos continuam sem identificação na Tailândia

BANGCOC (Reuters) - Ao menos 400 vítimas do tsunami que matou 226 mil pessoas na Ásia em 2004 continuam sem identificação na Tailândia, informou a polícia nesta segunda-feira.

Doze anos atrás, no dia 26 de dezembro, um terremoto de magnitude 9,15 desencadeou um tsunami no Oceano Índico que causou um dos maiores desastres naturais da história.

Tailândia, Indonésia, Índia e Sri Lanka foram alguns dos países mais atingidos. Cerca de 5.395 pessoas morreram no território tailandês, entre elas aproximadamente dois mil turistas estrangeiros.

"Desde o tsunami de 2004, as autoridades contataram entre 4 e 5 mil parentes para que viessem receber os corpos. Há cerca de 400 corpos que não conseguimos identificar", disse Anand Boonkerkaew, vice-superintendente da polícia distrital de Takua Pa, na província de Phang Nga, à Reuters.

A temporada turística da Tailândia está no auge, e na maior parte da área afetada pelo tsunami os negócios seguem como de hábito. Novos hotéis substituíram os que foram derrubados pela parede de água.

O país espera um recorde de 32,4 milhões de turistas estrangeiros neste ano.

Críticos vêm dizendo que o sistema de alerta de tsunami da Tailândia continua a ser inadequado, em parte porque não é devidamente mantido. Já o governo diz que ele funciona bem.

(Por Amy Sawitta Lefevre e Panarat Thepgumpanat)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos