Premiê britânica May conversa com líderes estrangeiros após ataque em Manchester

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, conversou com diversos líderes estrangeiros após um homem-bomba matar ao menos 22 pessoas em um ataque durante um show de música pop na cidade de Manchester, na Inglaterra, informou seu porta-voz nesta terça-feira.

O porta-voz disse que May conversou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente francês, Emmanuel Macron, com o primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, e com o primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, e que provavelmente faria ligações para outros líderes mundiais.

"A primeira-ministra e o presidente concordaram que a comunidade internacional precisa trabalhar em conjunto para derrubar a ideologia por trás dos ataques terroristas. O presidente ofereceu a colaboração e apoio completo dos Estados Unidos", disse o porta-voz a repórteres sobre o telefonema de May com Trump.

May também visitou a sede da polícia e um hospital infantil em Manchester nesta terça-feira, acrescentou.

(Reportagem de Kylie MacLellan)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos