Maia diz que ideal é votar Previdência este ano, mas não fixa data limite para isso

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira que o ideal é que a reforma da Previdência seja votada neste ano, mas não falou em uma data limite para que a proposta seja apreciada no plenário da Câmara em dezembro.

Em rápida entrevista a jornalistas, Maia disse que pediu ao líder do governo na Câmara e ao ministro da articulação política que comecem a fazer a contagem de votos para ver as condições se colocar a reforma em votação.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos