Trump adia anúncio sobre se embaixada dos EUA será transferida para Jerusalém

A BORDO DO AIR FORCE ONE (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não anunciou se irá adiar novamente a transferência da embaixada dos EUA em Israel para Jerusalém, apesar de um prazo para fazê-lo ter expirado na segunda-feira.

Um anúncio sobre a decisão será feito "nos próximos dias", disse o porta-voz da Casa Branca Hogan Gidley a repórteres a bordo do Air Force One, enquanto Trump retornava de uma viagem ao Estado norte-americano de Utah.

Trump deveria decidir se irá assinar ou não uma dispensa que adiaria por mais seis meses a transferência da embaixada norte-americana de Tel Aviv, como tem feito todo presidente dos EUA desde que o Congresso aprovou uma lei sobre a questão em 1995.

Autoridades graduadas norte-americanas disseram que Trump deve emitir uma ordem temporária, a segunda desde que assumiu a Presidência, para adiar a transferência da embaixada, apesar de sua promessa de campanha de seguir em frente com a ação controversa.

Entretanto, as autoridades disseram que Trump provavelmente fará um discurso na quarta-feira reconhecendo de forma unilateral Jerusalém como capital de Israel, um passo que romperia com décadas de políticas dos EUA e que pode alimentar a violência no Oriente Médio. Eles disseram, entretanto, que nenhuma decisão final foi tomada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos