PUBLICIDADE
Topo

Israel determina deportação de dois turcos após prisões em Jerusalém

25/12/2017 16h16

JERUSALÉM (Reuters) - Israel determinou a deportação de dois dos três turcos que foram presos durante protestos de palestinos na semana passada, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital de Israel, informou o Ministério do Interior nesta segunda-feira.

Os três foram presos na sexta-feira por suspeita de atacarem a polícia israelense perto da mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém Oriental, que os palestinos veem como a capital de seu futuro Estado. Um tribunal israelense os libertou sem apresentar acusações no sábado.

Uma porta-voz do Ministério do Interior disse que um dos homens deve ser deportado no final desta segunda e o outro no sábado. Ela disse que ambos entraram em Israel com passaportes belgas.

A polícia israelense descreveu os três homens como turistas turcos.

A porta-voz do Ministério do Interior disse não ter informações sobre o terceiro turco que foi preso no caso.