PUBLICIDADE
Topo

Taiwan envia caças para acompanhar exercícios militares da China

26/03/2018 09h08

TAIPÉ (Reuters) - Taiwan enviou caças de combate para acompanhar aeronaves da Força Aérea da China que sobrevoavam o Canal de Bashi, no sul da ilha, nesta segunda-feira, informou o Ministério da Defesa taiwanês, o incidente mais recente do tipo a elevar as tensões entre Taipé e Pequim.

A China enviou um número não especificado de bombardeiros Xian H-6, caças Su-30 e aeronaves de transporte Y-8 para a rota marítima a caminho do Pacífico Ocidental, segundo o ministério de Taiwan.

As aeronaves chinesas foram seguidas por caças taiwaneses até voltarem à base, relatou a pasta em um comunicado.

No dia 21 de março Taiwan enviou embarcações e aeronaves para acompanhar o grupo de um porta-aviões chinês que navegava pelo Estreito de Taiwan.

Taiwan é um dos temas mais sensíveis para a China e uma zona de conflito militar em potencial.

As manobras dos militares chineses ocorrem em um momento de tensões elevadas entre Pequim e a ilha autogovernada e vêm na esteira de alertas duros do presidente chinês, Xi Jinping, contra o movimento separatista de Taiwan.

A China reivindica Taiwan como sua posse e considera a ilha uma província dissidente. Na semana passada Xi disse que Taiwan enfrentará a "punição da história" por qualquer tentativa de separação.

A hostilidade chinesa contra a ilha aumentou desde que Tsai Ing-wen, do pró-independência Partido Democrático Progressista, venceu a eleição presidencial em 2016.

(Por Fabian Hamacher e Twinnie Siu)