PUBLICIDADE
Topo

Nevasca "Eboni" provoca acidentes e mortes nos Estados Unidos

29/12/2018 10h49

Pelo menos seis pessoas morreram nos Estados Unidos em acidentes provocados por tempestades de neve, fortes chuvas e ventos em plena época de festas de final de ano. A tempestade de neve Eboni atinge áreas extensas, desde as Grandes Planícies, junto às Montanhas Rochosas, ao sudoeste do país. Já a região sudeste do país corre um forte risco de inundações por causa das chuvas intensas previstas para todo o final de semana.

Pelo menos seis pessoas morreram nos Estados Unidos em acidentes provocados por tempestades de neve, fortes chuvas e ventos em plena época de festas de final de ano. A tempestade de neve Eboni atinge áreas extensas, desde as Grandes Planícies, junto às Montanhas Rochosas, ao sudoeste do país.

No estado de Minnesota, acidentes de trânsito mataram duas pessoas. Outra, no Tennessee, perdeu a vida ao tentar atravessar um rio. Uma árvore provocou a morte de uma mulher de 58 anos na Louisiana, segundo a mídia local. No Kansas e em Dakota do Norte colisões de veículos fizeram mais duas vítimas fatais.

Por causa das nevascas, mais de 1.300 voos foram anulados e outros 12.200 tiveram atrasos desde quinta-feira (27), segundo o site flightaware, especializado no monitoramento do tráfego aéreo, provocando dois dias muito caóticos nos aeroportos americanos.

Desde que a nevasca Eboni teve início, algumas regiões registravam acumulo entre 20 cm e 30 cm de neve. Segundo os serviços de meteorologia, até 45 cm de neve podem cair no Novo México.

Estradas bloqueadas

Apesar dos esforços para liberar os principais eixos rodoviários, várias estradas continuavam fechadas nos estados de Dakota do Norte e do Sul, Minnesota, Iowa e Arizona. As autoridades pedem que os automobilistas adiem seus deslocamentos nessas regiões.

“As estradas estão congeladas e a queda de neve limita a visibilidade. Nossas equipes estão em ação, mas a mãe Natureza torna as viagens perigosas”, indicou o serviço de transportes de Dakota do Sul em comunicado.

No sul do país, cerca de 30 cm de chuva já tinham caído na Louisiana e no Mississipi, onde alguns moradores tiveram de deixar suas casas.