Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Femen protesta na Bulgária contra violência doméstica
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/120121_femenbulgaria_album.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 0
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:direita
  • timestamp: 20120423151047
    • Femen [48077];
Fotos
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Nikolay Doychinov/AFP Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Nikolay Doychinov/AFP Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Nikolay Doychinov/AFP Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Nikolay Doychinov/AFP Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Vassil Donev/Efe Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Tsvetelina Belutova/Reuters Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Tsvetelina Belutova/Reuters Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Tsvetelina Belutova/Reuters Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Tsvetelina Belutova/Reuters Mais
Ativistas ucranianas do grupo Femen protestam seminuas em frente ao prédio do Parlamento em Sofia, capital da Bulgária, neste sábado (21). Nos cartazes, frases como "mulher não é saco de pancada" e "prisão para estupradores" criticam decisões recentes da Justiça búlgara em casos de violência doméstica Tsvetelina Belutova/Reuters Mais

Femen protesta na Bulgária contra violência doméstica

Veja mais:

Últimos álbuns de Notícias



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos