56. Romário (PSB-RJ) recusa bafômetro e perde habilitação

Data de Divulgação

10.jul.2011

O escândalo

O deputado federal Romário (PSB-RJ), ex-jogador de futebol, vencedor da Copa do Mundo de 1994, perdeu a carteira de motorista após se recusar a fazer o teste do bafômetro em uma blitz da lei seca no Rio. O fato foi amplamente noticiado, inclusive pelos portais "Folha.com", do Grupo Folha, e "G1", das Organizações Globo.

A blitz em que Romário foi abordado na madrugada de 10.jul.2011 estava na avenida Armando Lombardi, na Barra da Tijuca, bairro da zona oeste do Rio.

"Como se recusou a fazer o teste do bafômetro, o documento do deputado ficará retido por cinco dias. Romário terá de pagar multa de R$ 957,70 e responderá processo administrativo no Detran. O carro, uma Land Rover, foi liberado porque um dos acompanhantes do ex-jogador estava habilitado para conduzir o veículo", informou a "Folha".

Após a divulgação da perda de sua habilitação e da recusa de fazer o bafômetro, o deputado Romário respondeu a alguns comentários críticos a ele via Twitter. "Em uma das respostas, durante a noite de domingo, o deputado chamou a pessoa de ignorante. "Vc é um ignorante né. O q tem a ver eu me recusar em fazer o teste e o pobre no meio disso?", escreveu Romário segundo o "G1".

"Vou respeitar a tua família, safado é vc e vai lá praquele lugar bem escuro...", disse Romário em outra mensagem. "Se informe melhor sobre o q é medida provisória, sua imbecil!", noticiou o portal "G1" em 11.jul.2011.

O texto publicado pelo "G1" também disse que o deputado escreveu no Twitter: "Tô recebendo uns twits aqui dizendo pra eu bloquear os babacas e imbecis q querem fazer graça em cima de mim. Pelo contrário, aqui é o seguinte, rápido e objetivo : fala o q quer e muitas vezes vai ouvir o q não quer!".

Outro lado
Também via Twitter, Romário afirmou que não bebe e que tem direito de se recusar a fazer o bafômetro, noticiaram a "Folha.com" e o "G1" em 11.jul.2011. Ele também disse ser "100% a favor da Lei Seca" pois "os números, pesquisas e estatísticas já comprovaram q diminuiu e muito o numero de acidentes".

O que aconteceu?

Segundo a "Folha" e o "G1" Romário deve pagar multa de R$ 957,70 e responder a processo administrativo no Detran do Rio. Seu carro, uma Land Rover, foi liberado porque um dos acompanhantes do deputado estava habilitado para conduzir o veículo.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos