Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: "Cannabusiness": os negócios da maconha nos EUA
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/111118_especial_maconha_album.htm
  • totalImagens: 66
  • fotoInicial: 66
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120110023434
Fotos
Latas com espécies variadas de maconha para fumar da marca Medithive, à venda em farmácia em San Francisco para pacientes que recebem prescrição Marion Strecker/UOL Mais
Embalagens com folhas e flores de maconha do clube-farmácia Sparc, de San Francisco, frequentadas por pacientes com prescrição Marion Strecker/UOL Mais
As espécies da erva e a quantidade dos princípios ativos aparecem nas embalagens da droga vendida pelo clube-farmácia Sparc, em San Francisco Marion Strecker/UOL Mais
Produtos do clube-farmácia Sparc, em San Francisco, que atende os pacientes que recebem prescrição de uso da maconha medicinal Marion Strecker/UOL Mais
Chocolates amargo e ao leite da marca Kiva, que contêm maconha medicinal e são vendidos nas farmácias especializadas aos pacientes com prescrição Marion Strecker/UOL Mais
Fachada do Oaksterdam Museum, um pequeno espaço dedicado à história da maconha e ao ativismo político pela liberação da droga, em Oakland, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Pote de Cannabis Sativa (uma das espécies de maconha) em vitrine do museu de Oaksterdam, bairro de Oakland, EUA, cujo nome faz referência a Amsterdam, cidade holandesa pioneira em afrouxar o cerco contra a maconha Marion Strecker/UOL Mais
Cartaz no Oaksterdam Museum mostra a diferença entre as espécies Cannabis Sativa e Cannabis Indica, para o público de Oakland, cidade da Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Cartaz no Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia, mostra os efeitos do uso da maconha em parte do organismo Marion Strecker/UOL Mais
Os usos do cânhamo (planta que dá a maconha) são detalhados em cartaz no Oaksterdam Museum, em particular as fibras têxteis, antigamente usadas em cordas e velas de navios e para fazer papel Marion Strecker/UOL Mais
Vitrine do Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia, mostra fibras e cordas feitas de cânhamo, a planta que dá também a maconha Marion Strecker/UOL Mais
"Plante Cânhamo para a Guerra" diz o cartaz que faz parte da coleção do Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Embalagem de granola orgânica que contém cânhamo, a planta da maconha, aparece em vitrine do Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
"Já foi dito que tudo poderia ser feito com cânhamo, exceto uma pia de cozinha", diz o cartaz no Oaskterdam Musem, dedicado a defender a cultura da maconha Marion Strecker/UOL Mais
Pia de cozinha feita de fibras de cânhamo em exposição no Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Jesus Hernandez, jovem americano de família mexicana, estou na Oaksterdam University diversos aspectos da maconha para se especializar no negócio Marion Strecker/UOL Mais
Cartaz mostra como o cânhamo era usado desde antes do Descobrimento da América e até o final do século 19 para fazer cordas e velas de navio, entre outros produtos Marion Strecker/UOL Mais
Visitante do Oaksterdam Museum observa as diferenças entre os pés de Cannabis Indica e Cannabis Sativa, as duas espécies de maconha Marion Strecker/UOL Mais
Cartaz no Oaksterdam Museum compara as penas nos Estados Unidos relativas ao porte de cada tipo de droga Marion Strecker/UOL Mais
Casal idoso visita o Oaksterdam Musem de Oakland, Califórnia, e observa a vitrine com as plantas de Cannas Indica e Cannabis Sativa, mantidas com luz artificial Marion Strecker/UOL Mais
Aparelho chamado Volcano foi desenvolvido para facilitar a inalação da maconha; ele está no museu de Oakland mas também é vendido ou usado nos clubes da Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Vitrine com livros ensinando a cultivar a Cannabis, no Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Vista de uma das salas do Oaksterdam Museum, em Oakland, Califórnia, com peças de campanhas pelo afrouxamento das leis sobre maconha Marion Strecker/UOL Mais
Bilheteria e entrada do HempCon, o "show da maconha medicinal", que aconteceu de 11 a 13 de novembro no San Jose Convention Center, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Estande de cartazes e outros produtos que fazem apologia da maconha, no HempCon San Jose, na Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Cachimbos e piteiras de materiais diversos no autointitulado "show da maconha medicinal", o HempCon San Jose, na Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
No estacionamento do lado de fora do HempCon, o "show da maconha medicinal" que acontece na Califórnia, clientes experimentam produtos da feira Marion Strecker/UOL Mais
Mary Jane tenta convencer clientes da originalidade de sacos para transportar maconha de diversos países, no estande que dá boas vindas aos hippies Marion Strecker/UOL Mais
O HempCon oferece agenda cheia de palestras, mas as cadeiras ficaram quase todas vazias, já que os produtos atraíram mais a atenção do público Marion Strecker/UOL Mais
Fila para tirar o documento que permite o uso medicinal da maconha na Califórnia, no HempCon San Jose; cada cliente pagou US$ 80 pelo documento, com validade anual Marion Strecker/UOL Mais
Mudas da erva são exibidas em estande na ala restrita do HempCon San Jose, o "show da maconha medicinal" na Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Estande para promover carne seca contendo maconha, na parte fechada do HempCon San Jose Marion Strecker/UOL Mais
Zack Nugent vende os pirulitos e doces da empresa Green House Candy, que contêm maconha, na parte fechada do HempCon San Jose Marion Strecker/UOL Mais
Mudas de maconha são vendidas a US$ 5 cada no HempCon San Jose; para comprar, é preciso ter documento emitido na Califórnia e documento que autoriza uso medicinal da erva Marion Strecker/UOL Mais
Na ala dos "maconheiros medicinais", as "enfermeiras" cadastram os clientes e distribuem amostras grátis, no HempCon San Jose Marion Strecker/UOL Mais
O HempCon San Jose é dividido em duas partes: uma aberta ao público em geral, outra específica para quem tem documento que autoriza uso medicinal da maconha Marion Strecker/UOL Mais
Estande de luminárias especiais para cultivar plantas como maconha em espaços internos, no HempCon San Jose Marion Strecker/UOL Mais
Stephanie Slough mostra produto do estande de cosméticos e velas perfumadas, feitas com óleo de semente de cânhamo, que não contém o princípio ativo da maconha Marion Strecker/UOL Mais
O professor aposentado Paul Gilbert, 80, coleta assinaturas em prol de campanha contra a pena de morte, no HempCon San Jose Marion Strecker/UOL Mais
Estande de camisetas no HempCon San Jose; algumas brincam com marcas esportivas famosas, como Puma e Adidas, alterando seu significado Marion Strecker/UOL Mais
Estande de equipamentos para inalar maconha medicinal, em vez de fumar; a inalação evitaria o componente cancerígeno do fumo Marion Strecker/UOL Mais
Cachimbos artesanais de vidro em vitrine do HempCon San Jose, usados para fumar maconha Marion Strecker/UOL Mais
O tatuador e mestre de cerimônias do HempCon, Crayz Alexander, dono da Old School Tatto Parlor, estúdio em Colfax, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
Mapa em páginas da revista "Culture" mostra a região de Oakland conhecida como Oaksterdam, numa referência a Amsterdam, a cidade holandesa conhecida pela liberalidade quando às drogas Marion Strecker/UOL Mais
Logotipo da Oaksterdam University, fundada em 2007 em Oakland, Califórnia; há cursos semestrais e cursos curtos, de fim de semana; seus créditos não valem para as outras faculdades Marion Strecker/UOL Mais
Páginas internas da revista "Culture" mostra os novos alunos da Oaksterdam University, escola sem reconhecimento oficial dedicada ao estudo da maconha Marion Strecker/UOL Mais
Receitas culinárias com maconha nas páginas da revista "IReadCulture", distribuída gratuitamente Marion Strecker/UOL Mais
Anúncio de festa em San Francisco explora o mote "Let's End Prohibition", usado no começo do século passado quando o álcool foi proibido nos EUA Marion Strecker/UOL Mais
Capa da publicação "Oaksterdam Nursery", distribuída em Oakland, Califórnia, especializada em cultivo de espécies variadas de maconha Marion Strecker/UOL Mais
Capa do jornal "West Coast Leaf", dedicado a noticiar os avanços e os retrocessos na liberação da maconha nos EUA Marion Strecker/UOL Mais
Capa da "IReadCulture" ou apenas "Culture", que se apresenta como a principal revista de estilo de vida sobre a maconha medicinal Marion Strecker/UOL Mais
CannCast é uma empresa que fornece instrumentos para facilitar o relacionamento e os negócios entre quem produz e quem vende maconha medicinal Marion Strecker/UOL Mais
Folheto dos sócios do clube-farmácia Sparc de San Francisco, Califórnia; o prédio tem fachada discreta e o interior tem arquitetura moderna Marion Strecker/UOL Mais
Medi Cann é o nome da rede de clínicas que atende os pacientes que querem usar a maconha legalmente; StickyGuide.com é um misto de guia e rede social Marion Strecker/UOL Mais
Cartão oferece receitas de uso medicinal de maconha por US$ 25 no primeiro ano e US$ 15 para futuras renovações anuais do documento que o paciente precisa portar para comprar a droga Marion Strecker/UOL Mais
Budding Academy é o nome de outra instituição de ensino nos Estados Unidos dedicada a ensinar os diversos aspectos da maconha, desde o cultivo até os usos, os aspectos legais e a criação de farmácias Marion Strecker/UOL Mais
Cartão oferece prescrição médica de maconha por US$ 45 e renovação anual por US$ 40; na prática é um grande negócio Marion Strecker/UOL Mais
Maconha medicinal em forma de tintura, para uso sublingual com contagotas; muitos defendem que ingerir maconha é mais saudável do que fumá-la Marion Strecker/UOL Mais
Maconha medicinal vendida na forma de pretzels, um tipo de bolacha muito popular nos Estados Unidos; a embalagem contém uma grama da droga Marion Strecker/UOL Mais
A entrada da Oaksterdam University; o nome é uma contração de Oakland, a cidade onde fica a escola, e Amsterdam, a cidade holandesa conhecida por sua liberalidade com drogas Marion Strecker/UOL Mais
Bruce trabalha na recepção da Oaksterdam University, também conhecida como Cannabis College; seus créditos não são aceitos em outras faculdades Marion Strecker/UOL Mais
Fachada da Oaksterdam University, fundada em 2007 e em funcionamento no número 1600 da rua Broadway, em Oakland, Califórnia Marion Strecker/UOL Mais
O ex-aluno da Oaksterdam University Jesus Hernandez agora estuda negócios, pois aposta no futuro do chamado Cannabusiness Marion Strecker/UOL Mais
Na rua Broadway, em Oakland, Califórnia, fachada de Centro de Identidade para pacientes poderem comprar maconha legalmente ao lado de café da "faculdade" da maconha Marion Strecker/UOL Mais
Hall de entrada do Oaksterdam Museum em Oakland, Califórnia, dedicado a mostrar a história e fazer apologia do cânhamo e de seu famoso produto, a maconha Marion Strecker/UOL Mais
Peça de campanha afirma que regulamentar o comércio traria US$ 14 bilhões de economia e receita e que ninguém morreu por usar maconha nos EUA Marion Strecker/UOL Mais

"Cannabusiness": os negócios da maconha nos EUA

Mais álbuns de UOL Notícias x

Veja mais: Últimas notícias , Mais fotos de Notícias , Vídeos de Notícias

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos