Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2015/04/30/40-anos-apos-guerra-vietna-ainda-sofre-efeitos-do-agente-laranja.htm
  • totalImagens: 19
  • fotoInicial: 5
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20150430060000
    • Vietnã [5612]; Ásia [12051]; EUA [5300];
    • Guerra do Vietnã [72122]; Internacional [35978]; Saúde [11180];
Fotos

Entre os anos de 1962 e 1971, o Exército americano espalhou no Vietnã milhões de litros de herbicidas como o agente laranja, fabricado pela multinacional Monsanto, contaminando alimentos e água e deixando pessoas doentes ao longo de três gerações. Segundo a Associação Vietnamita de Vítimas do Agente Laranja/Dioxina (VAVA), 4,8 milhões de pessoas foram expostas ao herbicida e mais de 3 milhões sofrem seus efeitos. A guerra terminou em 30 de abril de 1975 Reprodução/Wikicommons Mais

Nguyen Thi Van Long (à dir.) e sua melhor amiga, Dinh Thi Huong, que é surda, passam tempo juntas do hospital Friendship, especializado em vítimas do agente laranja, próximo a Hanói, no norte do Vietnã. Os pais das duas moças eram soldados que foram expostos ao herbicida durante a Guerra do Vietnã. O hospital abriga cerca de 120 crianças e 60 veteranos Damir Sagolj/Reuters Mais

O ex-soldado Nguyen Hong Phuc, 63, senta ao lado com seu filho, Nguyen Dinh Loc, 20, que está se recuperando da cirurgia de um tumor no hospital Friendship, que atende vítimas do agente laranja, próximo a Hanói, no norte do Vietnã. Nguyen Dinh Loc tem sérios problemas mentais e físicos que médicos atribuem à exposição do pai ao herbicida Damir Sagolj/Reuters Mais

Lai Van Manh sorri deitado sob um mosqueteiro em sua casa em Tuong An, na província de Thai Binh, no norte do Vietnã. Seu pai, um ex-agente de inteligência do Exército do Vietnã do Norte, disse que serviu em áreas contaminadas pelo agente laranja. Dois de seus filhos têm deficiências mentais e físicas Damir Sagolj/Reuters Mais

Fotos e diplomas dos ex-soldados Doan Ngoc Uyen e Le Thi Teo decoram a parede da casa da família na província de Thai Binh, no Vietnã. A filha do casal, Doan Thi Hong Gam, sofre de severos problemas físicos e mentais. Seu pai foi exposto ao agente laranja ao lutar durante a guerra Damir Sagolj/Reuters Mais

Doan Thi Hong Gam, 38, se cobre com lençol em sala vazia de casa na província de Thai Binh, no norte do Vietnã. Ela é mantida isolada desde os 16 anos de idade por causa de seu comportamento agressivo, ligado a problemas mentais. Seu pai, que tem problemas de saúde, serviu como soldado do Exército do Vietnã do Norte durante a guerra e diz ter sido exposto ao agente laranja Damir Sagolj/Reuters Mais

Doan Tue carrega a filha em sua casa em Truc Ly, no Vietnã; ao fundo, na parede, foto dele com uniforme militar. Doan serviu na Guerra do Vientã e viveu em áreas contaminadas pelo agente laranja. Dois de seus filhos nasceram com sérios problemas de saúde Damir Sagolj/Reuters Mais

O ex-soldado Do Duc Diu é beijado pelo filho, Do Thi Nga, enquanto sua mulher se senta à porta de casa em Quang Binh, no centro do Vietnã. Doze de seus 15 filhos morreram de doenças causadas pela exposição do ex-soldado ao agente laranja, segundo médicos. Do serviu no Exército do Vietnã do Norte nos anos 1970 em áreas contaminadas pelo herbicida. Ele só soube dos efeitos adversos quando seu último filho nasceu, em 1994 Damir Sagolj/Reuters Mais

O ex-soldado Do Duc Diu reza no cemitério em que 12 de seus 15 filhos estão enterrados, próximo à sua casa em Quang Binh, no centro do Vietnã. Os filhos morreram em decorrência de doenças provocadas pela exposição do pai ao agente laranja, segundo médicos Damir Sagolj/Reuters Mais

Tang Thi Thang dá banho em seu filho Doan Van Quy do lado de fora de casa em Truc Ly, na província de Quang Binh, no Vietnã. O pai de Doan, um soldado que serviu na Guerra do Vietnã, viveu muitos anos em áreas contaminadas pelo agente laranja. Dois de seus filhos nasceram com graves problemas de saúde Damir Sagolj/Reuters Mais

Phan Van Lam deita em rede na casa de sua família em Quang Binh, no centro do Vietnã. O pai de Lam, um ex-combatente do Exército do Vietnã do Norte, viveu em áreas contaminadas pelo agente laranja. Seu filho tem graves danos cerebrais Damir Sagolj/Reuters Mais

Vestindo uma velha farda militar, Le Van Dan (centro) olha para o neto Le Van Tam (esquerda), enquanto sua filha alimenta outro neto em sua casa em Phuoc Thai, próximo a Danang, no Vietnã. Le Van Dan, ex-soldado de artilharia do Exército do Vietnã do Sul, diz ter sido exposto ao agente laranja mais de uma vez e ter sido diretamente atingido pelo herbicida despejado por um avião americano Damir Sagolj/Reuters Mais

Le Dang Ngoc Hung, 16, descansa sob mosquiteiro na casa de sua família no vilarejo de Phuoc Thai, próximo a Da Nang, no Vietnã. O avô do adolescente, Le Van Dan, ex-soldado de artilharia do Exército de Vietnã do Sul, disse ter sido exposto diretamente ao agente laranja Damir Sagolj/Reuters Mais

Cego e com problemas de saúde e mentais, Nguyen Van Tuan Tu, 7, é cuidado por um membro de sua família em sua casa próximo ao aeroporto de Da Nang, no Vietnã. Quando seu pai começou a trabalhar no aeroporto, em 1997, ele desconhecia os riscos associados ao agente laranja e coletou peixes e caramujos de um lago próximo, contaminado, para a alimentação da família. A primeira filha morreu aos sete anos de vida. Ele tem uma filha saudável, nascida antes que ele começasse a trabalhar no aeroporto Damir Sagolj/Reuters Mais

Nguyen Thi Thiet (esq) and Nguyen Thi Phuoc, que sofrem de problemas mentais e físicos, descansam em cadeiras de roda na casa do irmão em Da Nang, no Vietnã. Segundo a Associação das Vítimas do Agente Laranja/Dioxina (VAVA), o pai deles foi exposto ao agente laranja enquanto servia como motorista para o Exército do Vietnã do Sul Damir Sagolj/Reuters Mais

Fotos desgastadas de Dang Van Sanh (dir) e sua mulher, Nguyen Thi Thin, ficam penduradas na parede da casa da família no vilarejo de Le Son Bac, ao norte de Da Nang, no Vietnã. Dang Van Sanh foi diretamente atingido pelo agente laranja enquanto combatia nas selvas durante a Guerra do Vietnã e morreu mais tarde de câncer na garganta. Dois de seus quatro filhos morreram logo após nascer. Seu filho Dang Van Son tem deficiências Damir Sagolj/Reuters Mais

A operação de descontaminação da área que era usada para estocar o agente laranja é vista a partir de avião decolando do Aeroporto de Da Nang. O herbicida era despejado por aviões americanos para expor tropas do Vietnã do Norte e destruir seus suprimentos, nas selvas próximas à fronteira com o Laos. Desde 2012, os EUA e o Vietnã têm feito uma limpeza na área Damir Sagolj/Reuters Mais

Tran Huynh Thuong Sinh, 12, é alimentado por funcionário do hospital Tu Du, em Ho Chi Minh City (Saigon), no Vietnã. Os pais e o avô da criança, que nasceu sem os olhos e com outros problemas de saúde, foram expostos ao agente laranja Damir Sagolj/Reuters Mais

Pham Thi Phuong Khanh é alimentado por enfermeira no hospital Tu Du, em Ho Chi Minh City (Saigon), no Vietnã. Os pais da criança foram expostos ao agente laranja durante a Guerra do Vietnã. Segundo o hospital, mais de dois terços dos 60 pacientes são de áreas que foram bombardeadas com o herbicida Damir Sagolj/Reuters Mais

40 anos após guerra, Vietnã ainda sofre efeitos do agente laranja

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos