Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/ciencia/album/2013/11/01/imagens-do-mes-novembro2013.htm
  • totalImagens: 51
  • fotoInicial: 51
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20131101113037
Fotos

O Instituto Butantan promove até o próximo dia 24 uma votação pública para escolher o nome do novo morador do Museu Biológico: um filhote de sucuri de dois meses. A anaconda nasceu no dia 29 de julho, com cerca de 80 cm de comprimento (à direita), fruto de uma reprodução em cativeiro. Os visitantes do Museu poderão escolher entre cinco nomes: Suri, Lineu, Abaré (que significa 'amigo' em tupi guarani), Surucuriju (nome dado às sucuris na região Norte) e Boiúna (lenda indígena relacionada às anacondas) Giuseppe Puorto/Instituto Butantan Mais

Pesquisador do Instituto de Segurança do Trabalho do Chile, em Santiago, mostra enxerto de pele artificial criado a partir de células-tronco. O método desenvolvido para o tratamento de lesões de pele encurta o tempo da regeneração e da cura em 50% IST/Efe Mais

Vestígios do 'Oráculo de Congona' foram encontrados na região de Lambayeque, no Norte do Peru, informa o Ministério da Cultura do país. Ele foi construído há 3.000 anos na parte alta do vale agrícola com um sistema de câmaras subterrâneas com figuras de serpentes, felinos e aves adorados pelos habitantes da época. O templo cerimonial servia como recinto secreto para culto dos deuses da cultura pré-inca Chavin Ministry of Culture/AFP Mais

Koichi Wakata, astronauta da Jaxa (Agência Espacial Japonesa), joga pingue-pongue após uma sessão de testes no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, nesta sexta-feira (1º). O japonês integra a nova tripulação que será enviada à Estação Espacial Internacional no próximo dia 7, inaugurando a missão 38 da plataforma orbital AFP Mais

Buracos negros supermassivos que ficam no centro das galáxias soltam jatos com grandes quantidades de energia, como ocorre com o 3C353. Essa grande fonte de energia encobre a galáxia (ponto brilhante no centro da imagem) com plumas gigantes de radiação - a sombra roxa é a observação feita em raios x do Observatório Chandra, enquanto a mancha laranja representa os dados de rádio do telescópio Very Large Array, indica a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) X-ray: NASA/CXC/Tokyo Institute of Technology/J.Kataoka et al, Radio: NRAO/VLA Mais

Um raro eclipse solar é observado no céu da cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, neste domingo (3), o último do ano. Este foi um eclipse solar híbrido, fenômeno que apresenta diferentes "formas" dependendo do ponto de observação na Terra - ele pode ser visto no Brasil entre 9h10 e 10h, no fuso de Brasília Júnior Santos/Tribuna do Norte/Estadão Conteúdo Mais

O faraó Tutancâmon pode ter morrido atropelado por uma carruagem quando tinha apenas 19 anos, segundo novo estudo conduzido pela Sociedade Egípcia de Exploração. Cientistas britânicos voltaram a analisar os traumatismos da múmia com uma "autópsia virtual" e constataram que uma carruagem se chocou contra o faraó enquanto ele estava de joelhos, o que esmagou sua pélvis e pressionou as costelas contra seus órgãos vitais Ben Curtis/AP Mais

Farmacêuticos da UFMS (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul) isolaram uma substância extraída da casca do ipê amarelo que se mostrou eficaz para reduzir a inflamação provocada pela mordida das cobras, conter a hemorragia, minimizar o edema e diminuir a atividade tóxica do veneno. No estudo conduzido em ratos, o produto reduziu o número de células inflamadas no local da mordida e conteve a hemorragia provocada pelo veneno de três espécies de serpentes iStock/Getty Images Mais

Cargueiro ATV 4, batizado de Albert Einstein, se desintegrou durante sua reentrada na atmosfera terrestre neste sábado (2), sobre uma região desabitada do Pacífico Sul, comunica a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês). O equipamento deixou a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) no dia 28 de outubro (foto) após levar 7 toneladas de suprimentos para os astronautas ESA/Nasa Mais

A cardiologista Barbara Natterson-Horowitz, do Centro Médico da Universidade da Califórnia (UCLA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, escuta o coração de uma leoa do zoológico de Los Angeles após uma cirurgia veterinária em foto de arquivo. Cerca de 60% das doenças encontradas em seres humanos também afetam a maioria das espécies animais, afirmou a médica durante a conferência 'Zoobiquity', que reuniu especialistas para debater sobre o tratamento de doença em diferentes espécies neste sábado (2), em Nova York Barbara Natterson-Horowitz, M.D./AP Mais

Policial vigia base de lançamento em Sriharikota, na baía de Bengala, na Índia, onde está posicionado o foguete PSLV-C25, que carrega o satélite Mars Orbiter. A Organização Indiana de Pesquisa Espacial pretende ser o primeiro país asiático a explorar Marte com a sonda desenvolvida em poucos meses e com baixo orçamento - ela tem captadores para medir a presença de metano na atmosfera do planeta vermelho, o que reforçaria a hipótese de uma forma primitiva de vida fora da Terra AFP Mais

A galáxia NGC 4945, que fica a 13 milhões de anos-luz da Terra, tem uma aparência semelhante com a nossa Via Láctea, mas abriga um buraco negro supermassivo muito mais ativo no seu centro (área branca no topo), explica a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). Acima, registro do Observatório de raios X Chandra (azul) sobrepõe imagem em luz visível feita pelo Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) Nasa/CXC/Univ degli Studi Roma Tre/A.Marinucci et al/ESO/VLT & NASA/STScI via Reuters Mais

A Índia lançou nesta terça-feira (5) com sucesso sua primeira missão a Marte, uma meta ambiciosa que até hoje só havia sido alcançada por Estados Unidos e pela Europa, e que pode transformar o país no primeiro da Ásia a chegar ao planeta. A aeronave Mangalyaan foi lançada do Centro Espacial Satish Dhawan em Sriharikota, no Estado sulista de Andhra Pradesh Jagadeesh NV/Efe Mais

Uma em cada cinco estrelas similares ao Sol na Via Láctea possuem planetas do tamanho da Terra, que poderiam abrigar vida, revela novo estudo da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). Na imagem, impressão artística do Kepler-62e, uma super-Terra na zona habitável de uma estrela menor e mais fria que o Sol, a 1.200 anos-luz de distância Reuters/Nasa/JPL-Caltech Mais

Caminhos artificiais de gelo teriam ajudado os chineses a transportar pedras pesadas, como esta escultura de mármore de 300 toneladas (abaixo à esquerda), para a Cidade Proibida, em Pequim, na China, quando o local foi construído nos séculos 15 e 16, afirma estudo publicado na revista Pnas. Os pesquisadores traduziram um documento de 500 anos que descreve como os trabalhadores deslizaram uma pedra de 120 toneladas sobre um caminho de gelo em Pequim, no inverno de 1.557. Segundo eles, os chineses podiam deslizar a carga em oito centímetros por segundo. No mapa, a distância de 70 km entre a Cidade Proibida e o local onde o mármore era retirado Divulgação Mais

Pesquisa publicada na revista Nature diz que meteoros como o que explodiu a Rússia em fevereiro deste ano - e alguns objetos até maiores e mais perigosos - têm até dez vezes mais chance de atingir a Terra do que se pensava antes. Hoje, os pesquisadores sabem que o impacto do meteoro de Tchelyabinsk foi duas vezes maior do que se supunha na época, sendo o maior desde 1908 AP/Chelyabinsk.ru, Yekaterina Pustynnikova Mais

Robô japonês falante Kirobo, que chegou na Estação Espacial Internacional junto com cargas em agosto, espera o astronauta japonês Koichi Wakata, que vai para a ISS na quinta-feira (7), para conversar. Ele é testado para fazer companhia a pessoas em isolamento AFP/Kibo Robot Project Mais

Cientistas chineses descobriram o fóssil mais antigo conhecido de um casal de insetos pegos em plena cópula, revelou um estudo. O fóssil com o macho e a fêmea de cigarrinhas-da-espuma ('Philaenus spumarius'), deitados um de frente para o outro, foi escavado no nordeste da China. Acreditava-se que a peça tivesse 165 milhões de anos, destacou a pesquisa publicada no periódico Plos One Li S, et al., PLoS ONE 8, 11 (2013) Mais

Dois macacos aprenderam a controlar movimentos de ambos os braços de um corpo virtual usando apenas a atividade elétrica do cérebro. A descoberta foi publicada hoje (6) na revista Science Translational e faz parte de estudo conduzido pelo laboratório do pesquisador brasileiro Miguel Nicolelis Universidade de Duke Mais

Nave Soyuz atraca-se à Estação Espacial Internacional na manhã de 7 de novembro. Ela levou três astronautas e a tocha olímpica de Sochi 2014, que sairá para uma caminhada no sábado (9) Reuters/Nasa TV Mais

O telescópio Hubble da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) registrou a imagem deste asteroide que mais parece um cometa porque tem seis caudas. O asteroide chamado P/2013 P5 fica no cinturão, entre Marte e Júpiter. As caudas foram descobertas por uma imagem do Hubble em 10 de setembro (à esquerda), quando o telescópio capturou novas imagens dele, em 23 de setembro (à direita), ele já tinha uma aparência totalmente diferente. Uma hipótese é que a taxa de rotação do asteroide teria aumentado pela radiação da luz solar até o ponto em que poeria é expelida e forma caudas no formato de dedos Nasa/Esa/D. Jewitt/J. Agarwal/H. Weaver/M. Mutchler/S. Larson Mais

O site Ufo Sightings Daily encontrou esta foto de uma rocha (eles questionam que seja uma rocha, aí é com você) no formato de um iguana entre as imagens do robô Curiosity em Marte Nasa Mais

Estação Espacial Internacional está com nove astronautas (no fundo, de azul) a americana Karen Nyberg, o russo Fyodor Yurchikhin e o italiano Luca Parmitano; (no meio de branco) o russo Sergey Ryazanskiy, o americano Michael Hopkins e o russo Oleg Kotov; e, os nomos membros da expedição 38 (embaixo), o japonês Koichi Wakata, o russo Mikhail Tyurin, e o americano Rick Mastracchio. Fyodor Yurchikhin, Karen Nyberg e Luca Parmitano voltam à Terra no domingo (10) Nasa TV Mais

Astronauta da Estação Espacial Internacional caminha fora da nave com a tocha das Olimpíadas de Inverno, neste sábado (9). Dois cosmonautas russos levaram a tocha apagada para sua primeira caminhada espacial. Os Jogos começam na Rússia, no ano que vem Reuters/Nasa TV Mais

O cosmonauta russo Fyodor Yurchikhin segura nesta segunda-feira a tocha dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 após desembarcar da Soyuz, perto da cidade de Zhezkazgan (Cazaquistão) Shamil Zhumatov/Efe Mais

Rastro do satélite europeu Goce é visto nas Ilhas Malvinas, na América do Sul, às 21h20 (horário local) do dia 11 de novembro, quando o satélite reentrou na atmosfera terrestre e se desintegrou sem causar danos. Bill Charter postou a foto em seu Twitter e escreveu: ""Dirigindo para o sul, ao anoitecer, ele apareceu com uma brilhante trilha de fumaça e se dividiu em dois antes de se separar mais vezes em direção ao norte". Após mais de quatro anos monitorando a gravidade na Terra, o satélite ficou sem... Bill Charter/ESA Mais

Sonda Cassini da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) fez a primeira imagem em cor natural que aparece Saturno com suas luas e anéis, além da Terra, Venus e Marte no fundo. <a href="http://download.uol.com.br/noticias/ciencia/pia17172.jpg">Veja a imagem ampliada</a> Nasa/JPL-Caltech/SSI Mais

No dia 19 de julho de 2013, pessoas foram convidadas a mandar fotos para a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) acenando para Saturno. A ideia era sair na foto (clique na seta da esquerda) que a sonda Cassini tirou do planeta com a Terra no fundo. A agência então fez este mosaico com as imagens enviadas pelas pessoas formando a foto tirada pela sonda. <a href="http://download.uol.com.br/noticias/ciencia/pia17679.jpg">Veja a imagem ampliada</a> Nasa/JPL-Caltech/SSI Mais

Pessoas ao redor do mundo, de mais de 40 países, enviaram mais de 1400 imagens delas acenando para o espaço para a foto que a sonda Cassini da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) tirou da Terra em 19 de julho de 2013. Recebidas pelo Twitter, Facebook, Flickr, Instagram, Google+ e e-mail, as fotos foram montadas em mosaico usando como base uma imagem da Terra com a América do Sul, e o Brasil, bem no centro dela. <a href="http://download.uol.com.br/noticias/ciencia/wave_earth_mosaic_3">Veja a imagem ampliada</a> Nasa/JPL-Caltech Mais

Novembro - Cientistas encontraram um novo tipo de quasar, objetos distantes que possuem brilho de uma galáxia, mas são muito pequenos. Neste, o gás do quasar está se movendo em duas direções: um pouco para fora dele, em direção à Terra, mas uma grande quantidade está indo em alta velocidade em direção ao buraco negro que está em seu centro, como ilustra a imagem. A matéria em volta deste buraco negro forma um quasar com disco maior do que a órbita da Terra ao redor do Sol e é mais quente que a superfície de nossa estrela. Este tipo de gás só é encontrado em 1 a cada 10 mil quasares -- apenas 17 casos são conhecidos. A pesquisa foi publicada em novembro no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society Universidade de York Mais

Encontrado fóssil do ancestral mais antigo de grandes felinos, de 4,4 milhões de anos, chamado de "Panthera blytheae". A reconstrução artística foi feita por Mauricio Anton para o jornal "Proceedings of the Royal Society B" com base no crânio achado quase completo no Tibete, na Ásia. Com esta descoberta, os grandes felinos teriam se originado na Ásia e não na África como se acreditava AP/Proceedings of the Royal Society B, Mauricio Anton Mais

Conjunto de estrelas jovens e quentes tem nuvens de gás e poeira em formatos curiosos como bolhas, arcos e até o chamado tromba de elefante. Com esta nova foto do conglomerado de estrelas NGC 3573 do Observatório Europeu do Sul (ESO), os astrônomos podem descobrir como as nuvens foram esculpidas pelo vento estelar. Ele está na constelação de Carina EFE/ESO/G. Beccari Mais

Superfície de rocha mostra rachaduras oscilatórias poligonais de 3,48 bilhões de anos na Formação Dresser, na Austrália. Tal estrutura sedimentar é de origem biológica, o que caracteriza a existência de micro-organismos antigos que formaram um tipo "carpete" sobre a rocha Nora Noffke Mais

Em imagem cedida pela instituição Smithsonian, os coordenadores de digitalização em 3D da instituição usam um scanner para obter imagens de um fóssil de baleia AP Mais

Cientistas fizeram a linha genealógica de cães, a partir do DNA de ossos caninos de 18 fósseis de mil anos encontrados em Illinois nos EUA e chegaram a conclusão de que eles descendem da Europa. Pelas conclusões do estudo publicado na Science, uma espécie de lobo cinza que ainda existe foi domesticada pelo homem há cerca de 20 a 30 mil anos Del Baston/Centro para Arqueologia Americana Mais

Brian Emfinger, de Ozark, Arkansas, nos EUA, publicou no Twitter esta foto do cometa Ison visto à olho nu no dia 14 de novembro. "Muito mais brilhante e grande crescimento de sua cauda comparado a poucos dias atrás", disse Reprodução Twitter Mais

A sonda Mars Atmosphere and Volatile EvolutioN (Maven), da Nasa, prestes a ser lançada do Cabo Canaveral, Flórida. A sonda irá para Marte com o objetivo de averiguar por que o planeta vermelho perdeu boa parte de sua atmosfera AFP/Nasa Mais

A Agência Espacial Europeia divulgou esta nova imagem do cometa Ison captada pelo telescópio Trappist, em La Silla, no Chile, na sexta-feira (15). O cometa chegará mais perto do Sol no fim do mês ESO Mais

A Nasa lançou nesta segunda-feira (18), às 16:28 (horário de Brasília), um foguete com a nave não tripulada Maven, que vai averiguar por que Marte perdeu boa parte de sua atmosfera. A sonda alcançará a órbita de Marte no ano que vem para analisar as camadas de sua atmosfera superior e as interações com o sol e o vento solar que podem ter influenciado a perda de gases, segundo a agência espacial americana AFP/Nasa TV Mais

Há 15 anos, em 20 de novembro de 1998, a Rússia lançava o módulo Zarya, com um painel solar. Duas semanas depois, em 4 de dezembro, foi a vez da Nasa com o ônibus espacial Endeavour lançar o Unity, parte americana da Estação. Durante três caminhadas espaciais na missão STS -88, os dois módulos foram acoplados, criando a Estação Espacial Internacional. Na imagem, o astronauta James H. Newman, que participou da caminhada de união dos módulos Nasa Mais

Astrônomos têm achado evidência de que o buraco negro supermassivo do centro da Via Láctea está produzindo jatos de partículas com alta energia. Agora, com imagens do Observatório de Raios-X Chandra, da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) -em roxo, e do observatório NSF?s Very Large Array (VLA) - em azul, conseguiu-se comprovar os jatos Nasa/CXC/UCLA/Z. Li et al/NRAO/VLA Mais

Fracassou o leilão de dois fósseis de dinossauros que morreram durante um duelo, em Nova York, nos EUA. O preço inicial era de US$ 7 milhões de dólares, mas o máximo oferecido foi US$5,5 milhões. Acreditava-se que eles poderiam ser vendidos por US$ 9 milhões -- mais de R$ 20 milhões. Os fósseis foram descobertos em Montana, em 2006, e são dois dos mais preservados fósseis de dinossauro, inclusive com pedaços de pele. O fóssil de dinossauro mais caro já vendido foi de um T.Rex por US$8,3 milhões em 1997 AP/Seth Wenig Mais

Meteorito chamado de Beleza Negra encontrado no deserto do Saara seria a rocha de Marte mais antiga já descoberta. Pesquisa publicada na Nature, indica que a pedra tenha mais de 4 bilhões de anos. O meteorito ajudará os cientistas a desvendar a evolução do planeta vermelho AFP/Nasa Mais

Imagem divulgada nesta sexta-feira (22) mostra o "Siats meekerorum", uma nova espécie de dinossauro que conviveu com os tiranossauros há 98 milhões de anos. A espécie recém-descoberta seria um dos três maiores dinossauros da América do Norte. Segundo pesquisadores, o Siats era o grande predador do seu tempo Jorge Gonzales/AFP Mais

25.nov.2013 - O neurocientista Miguel Nicolelis divulgou as primeiras imagens do exoesqueleto que será usado por um jovem paraplégico para dar o pontapé inicial na abertura da Copa do Mundo de 2014. As fotos, segundo Nicolelis, foram tiradas em Paris, e mostram uma estrutura metálica presa a um boneco. O exoesqueleto será controlado por sinais biológicos do cérebro para dar uma resposta tátil ao usuário, isto é, a veste robótica fará com que as pessoas tenham a impressão de sentir o chão enquanto caminham Reprodução/Facebook Mais

Galáxia espiral NGC 4921, que está a cerca de 310 milhões de anos-luz de distância da Terra, é captada pelo telescópio espacial Hubble. O telescópio está capturando imagens de galáxias-chave para calibrar melhor as distâncias no Universo visível e sua expansão Nasa/Esa/Efe Mais

Arqueólogo Robin Coningham (segundo da direita para esquerda), da Universidade de Durham no Reino Unido, e o arqueólogo nepalês Kosh Prasad Acharya (direita) trabalham em escavação no Templo Mayadevi, no Nepal. Eles descobriram estruturas do templo em madeira que indicariam o lugar em que Buda, ou Siddhartha Gautama, nasceu, no século 6 antes de Cristo, 3 séculos antes do que se pensava AP/National Geographic, Ira Block Mais

Nas primeiras horas do dia 27 de novembro, o cometa Ison entrou no campo de visão do Observatório Solar e Heliosférico (Soho) que registra imagens da corona ou atmosfera do Sol ao bloquear sua luz. O cometa é visto na canto inferior à direita, a maior aproximação com o Sol deve acontecer neste dia 28 ESA/NASA/SOHO Mais

imagem mostra como teria sido o ciclo da protocélula com síntese de RNA e replicação da célula nos primórdios da Terra. Estudo publicado na Science aponta como foi possível que o RNA se multiplicasse até virar DNA, a molécula base da vida, sem romper a membrana que circunda a célula K. Adamala/Science Mais

29.nov.2013 - Material do cometa Ison aparece no outro lado do Sol na noite do dia 28 de novembro, seguindo sua trajetória. Astrônomos acreditaram que o cometa tinha se desintegrado com o calor e gravidade solar ao chegar à máxima aproximação com a estrela porque diminuiu seu brilho e não foi visto perto do Sol. Mas novas imagens mostram um material brilhante, que, segundo análises do projeto de observação do Ison, seria uma porção do núcleo do cometa sobreviveu intacto. A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) diz ainda não ter certeza de que não são apenas detritos do cometa ESA/Nas/Soho/GSFC Mais

Pesquisadores examinam macaco que durante cinco anos recebeu uma vacina contra aids em um estudo pré-clínico na China. O time descobriu que a nova estratégia com altos níveis de células T e B suprimiu a transmissão viral e a replicação do HIV significativamente e atrasou o desenvolvimento da aids em todos os macacos vacinados. O estudo foi publicado na revista "Virology" Xinhua/Liu Dawei Mais

Imagens do mês (novembro/2013)

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE UOL CIÊNCIA

UOL Cursos Online

Todos os cursos