Topo

Jovem morto por Land Rover dará nome a cruzamento; para Kassab, acidentes do tipo são "deslizes" do condutor

Nelson Antoine/AE
''Foi Homicídio Doloso'', diz mensagem pintada no asfalto da rua Natingui (SP), onde o administrador Vitor Gurman foi atropelado e morto Imagem: Nelson Antoine/AE

Do UOL Notícias*<br>Em São Paulo

2011-08-08T14:02:36

08/08/2011 14h02

O administrador Vítor Gurman, 24, morto no último dia 23 ao ser atropelado por um Land Rover na Vila Madalena (zona oeste de São Paulo), vai ser homenageado dando nome a um cruzamento no trânsito da capital. O local e a data ainda não foram definidos pelo prefeito Gilberto Kassab (sem partido), que anunciou a medida na manhã desta segunda-feira (8) e classificou acidentes do tipo como “um deslize, um equívoco” por parte do causador.

No caso do acidente que matou Gurman, a motorista do veículo, a nutricionista Gabriella Guerrero Pereira, 28, foi indiciada pela polícia por homicídio doloso (ou seja, em que houve intenção de matar). Segundo a polícia, além de se recusar a fazer o teste do bafômetro --laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontou embriaguez --, ela também estava em velocidade acima do permitido na rua Natingui, local do acidente.

“Fica o abraço à sua [de Gurman] família, aos seus amigos. Que nesta homenagem a ele sejam homenageadas todas as famílias que perderam alguém por conta de um acidente de trânsito de um motorista que cometeu um deslize, um equívoco”, discursou o prefeito, durante evento sobre cobrança de multas aos condutores que desrespeitarem pedestres.

O ponto de partida para cobrança das multas foi o centro da cidade, em frente à prefeitura -- entre o viaduto do Chá e a rua Líbero Badaró. Além De agentes da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), estão no local também orientadores de trânsito portando uma “mãozinha”, símbolo da campanha, que, de acordo com o prefeito, será levada a outros lugares da capital de forma gradual.

* Com informações de Ana Paula Rocha, do UOL Notícias em São Paulo

Mais Cotidiano