Topo

Acusados de transportar cocaína no helicóptero de Perrella são soltos

Divulgação/Polícia Federal no Espírito Santo
Imagem do dia da apreensão mostra o helicóptero do deputado Gustavo Perrella Imagem: Divulgação/Polícia Federal no Espírito Santo

Carlos Eduardo Cherem

Do UOL, em Belo Horizonte

2014-04-08T09:51:48

08/04/2014 09h51

A Justiça Federal no Espírito Santo determinou nesta segunda-feira (7) que os quatro acusados de tráfico de drogas, que foram presos transportando cocaína no helicóptero do deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade-MG), em 24 novembro do ano passado, sejam soltos para responder o processo em liberdade. O helicóptero continuar em poder do governo capixaba.

O piloto da aeronave Rogério Almeida Júnior, o copiloto Alexandre José de Oliveira Júnior e os carregadores Robson Ferreira Dias e Everaldo Lopes de Souza foram presos em flagrante transportando a droga, em zona rural do município de Afonso Cláudio (ES) (138 Km de Vitória). De acordo com a denúncia, os envolvidos buscavam cocaína rotineiramente no Paraguai e recebiam R$ 50 mil por cada viagem em que transportavam a droga.

A reportagem do UOL não localizou os advogados dos acusados para comentar a soltura de seus clientes.

O piloto Almeida Júnior era homem de confiança de Perrella e, inclusive, tinha cargo de confiança na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, à época de sua prisão. Os quatro são acusados de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Perrella, filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), sócio da empresa proprietária do helicóptero, não foi citado na denúncia.

O MPF (Ministério Público Federal) pode recorrer da decisão que liberou os acusados. 

Mais Cotidiano