PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Paulista será aberta para lazer aos domingos a partir deste fim de semana

Paulista ficou fechada em junho para a inauguração de ciclovia - Carlos Aranha/Via WhatsApp
Paulista ficou fechada em junho para a inauguração de ciclovia Imagem: Carlos Aranha/Via WhatsApp

Do UOL, em São Paulo

15/10/2015 11h51Atualizada em 15/10/2015 13h05

A avenida Paulista, região central de São Paulo, será fechada para veículos e aberta para pedestres e ciclistas todos os domingos. A medida passa a valer a partir do próximo domingo (18), das 9h às 17h. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (15) pela prefeitura.

"A avenida Paulista é a primeira entre as demais ruas que deverão ser abertas aos domingos”, diz a prefeitura em nota. "A previsão é que outras vias em regiões periféricas, que estão em processo de audiência pública, tenham uma rua para lazer aos domingos".

A decisão foi tomada depois de dois testes realizados em junho e agosto e da realização de audiências públicas. Os testes não revelaram grande impacto no trânsito da região, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

"O acesso dos moradores locais às suas residências fica garantido, tanto para sair quanto para entrar, além do acesso a todos os hospitais da região. Os moradores serão acompanhados por agentes da CET até a primeira esquina onde possa haver a conversão e terão que respeitar a velocidade máxima de 10 km/h”, afirma a prefeitura.

“Com relação aos hospitais, a maioria dos acessos será por ruas transversais, e no caso do Santa Catarina e do Clube Homs, haverá faixa de acesso exclusiva. A operação será planejada e sinalizada para garantir a segurança de todos que forem ao local, além da fluidez do trânsito na região”, prossegue a administração municipal.

Divergências com o Ministério Público

O Ministério Público do Estadual era contra o fechamento total da Paulista para veículos aos domingos. A prefeitura disse que entrou em acordo com a Promotoria.

Inicialmente, o Ministério Público alegava que um acordo firmado na gestão Gilberto Kassab (PSD) restringia o fechamento da Paulista a três vezes por ano:  Parada Gay (junho), Corrida São Silvestre (dezembro) e Revéillon (dezembro).

Na semana passada, a Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo propôs o fechamento parcial da via, com a abertura de uma faixa de rolagem em cada sentido para veículos e de pelo menos duas transversais em cruzamentos com a Paulista.

Além disso, o Ministério Público pediu que a prefeitura fizesse novos testes e mais audiências públicas. A Promotoria promete divulgar uma nova nota sobre o assunto nesta quinta.

Cotidiano