Operários morrem soterrados em obra de galeria de esgoto em Marília (SP)

Fabiana Marchezi

Do UOL, em Campinas

  • Paulo Cansini/Diário de Marília

    Ao menos dez bombeiros trabalharam no resgate dos corpos, que durou mais de uma hora

    Ao menos dez bombeiros trabalharam no resgate dos corpos, que durou mais de uma hora

Dois operários morreram na tarde dessa quarta-feira (23) após serem soterrados durante uma limpeza em uma galeria de esgoto na zona sul de Marília (a 438 quilômetros de São Paulo). Edvaldo Nascimento, 45, e Gilson Porto, 46, foram resgatados já sem vida do fosso, que tinha 3,5 metros de profundidade e 80 centímetros de diâmetro, segundo o Corpo de Bombeiros.

De acordo com a polícia, Nascimento entrou na galeria para remover a terra acumulada por causa das chuvas dos últimos dias, quando foi surpreendido pela emanação de gases, passou mal e desmaiou. O gás saía do próprio esgoto.

"O outro operário desceu na galeria para ajudar o colega, mas a superfície cedeu e soterrou os dois. Foi feito trabalho muito delicado para retirar a terra para tentar retirá-los com vida, mas infelizmente, eles foram retirados mortos", explicou a tenente Silmara Aparecida da Silva, do Corpo de Bombeiros.

Ao menos dez bombeiros trabalharam no resgate, que durou mais de uma hora. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do acidente e saber se os operários, contratados pela Replan Saneamento e Obras, usavam equipamentos de segurança.

Apuração

A galeria faz parte de um condomínio habitacional que está sendo construído no bairro Nova Marília pela construtora Menin Engenharia. Entretanto, a limpeza da galeria é feita pela Replan Saneamento e Obras, terceirizada contratada pela Menin para executar o serviço.

Mesmo sem ter responsabilidades em relação ao acidente, a Menin informou, por meio do advogado Marcos Bolonhezi, que já soube do caso e vai acompanhar as investigações. Já a Replan, informou que fornece todos os equipamentos de proteção individual aos funcionários e que vai colaborar com as investigações, além de prestar toda assistência aos familiares das vítimas.

A Prefeitura de Marília esclareceu que a obra é de responsabilidade da construtora, e lamentou o fato. "A Prefeitura lamenta o fato ocorrido e se solidariza com as famílias dos operários. E informa ainda que irá aguardar o laudo da perícia técnica sobre o caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos