Topo

Rio: mortes pela polícia crescem 72% no trimestre e homicídios caem 7%

Gustavo Miranda/Agência O Globo
Imagem: Gustavo Miranda/Agência O Globo

Gabriel Sabóia

Do UOL, no Rio

15/10/2018 18h04

O estado do Rio de Janeiro registrou aumento de 72% no número de homicídios decorrentes de intervenção policial entre os meses de julho e setembro na comparação com o mesmo intervalo do ano passado, de acordo com relatório divulgado nesta segunda-feira (15) pelo ISP (Instituto de Segurança Pública), órgão vinculado à Secretaria de Segurança.

No período, sob vigência do decreto de intervenção federal na segurança pública do Rio, foram contabilizadas 412 mortes pela polícia contra 239 no mesmo trimestre de 2017.

O levantamento mostra ainda que há uma variação de 3% no número de mortes decorrentes de intervenção policial na comparação do último trimestre com o anterior, quando foram computados 401 homicídios desse tipo.

O total de mortes pela polícia cai 38% no mês de setembro contra agosto. Enquanto agosto teve 175 mortes por intervenção policial, setembro registrou 108.

Os homicídios dolosos (com intenção) registrados no último trimestre caíram 7% se comparados aos números do mesmo período do ano passado. Entre agosto e setembro, o ISP contabilizou 1.146 assassinatos em todo o estado, enquanto no mesmo período de 2017 foram computados 1.229.

No mês de setembro, foram 380 vítimas de homicídios dolosos contra 358 em agosto --o que indica um aumento de 6%.

Roubos de carga também caem

Em setembro, foram contabilizadas no estado 577 ocorrências de roubos de carga --número 15% menor do que os 677 registros desse tipo de crime em setembro de 2017. Na comparação com agosto, os roubos de carga caíram 14%.

Já os roubos de veículos aumentaram 4% em setembro no comparativo com o mês anterior --foram 4.055 roubos deste tipo no mês passado, contra 3.909 em agosto.

Mais Cotidiano