PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Casal é assassinado dentro de casa com 79 tiros no RS, diz polícia

O casal Adair Brizola da Silva e Caruel Quendi da Silva Barbosa foi assassinado em casa na cidade de Araricá, no Rio Grande do Sul - Reprodução
O casal Adair Brizola da Silva e Caruel Quendi da Silva Barbosa foi assassinado em casa na cidade de Araricá, no Rio Grande do Sul Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

05/06/2020 16h52

Um casal de namorados foi morto dentro de casa com pelo menos 79 tiros na noite de ontem, em Araricá, no Rio Grande do Sul. A polícia ainda não sabe quantas pessoas participaram do crime.

A polícia chegou a informar que a dupla foi atingida por 60 tiros, mas atualizou a informação hoje, em coletiva de imprensa. Adair Brizola da Silva e Caruel Quendi da Silva Barbosa tinham 31 e 25 anos, respectivamente.

O jovem morava sozinho na casa, localizada no centro da Araricá — cidade a aproximadamente 70 quilômetros da capital Porto Alegre.

As autoridades informaram que a ação aconteceu por volta das 23h. Os suspeitos teriam chegado em um veículo preto e pulado a grade do condomínio para acessar a residência.

O casal estaria jogando videogame quando os criminosos entraram. Foram usadas duas pistolas (40 e 9 milímetros), uma espingarda calibre 12 e um fuzil 556. Os disparos atingiram principalmente a região do rosto e do tórax.

"Foi um crime com indícios de execução pela violência e a quantidade de disparos. Não teve nenhum bem subtraído, a não ser o celular dele", declarou o delegado Fernando Branco, em coletiva registrada em vídeo pelo Jornal NH.

A polícia trabalha com a hipótese de que o crime esteja ligado ao tráfico de drogas.

Na coletiva de imprensa, as autoridades afirmaram também que Aldair tinha antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

"Ela não tinha sequer Registro de Ocorrência no nome dela. É provável que ela tenha sido executada apenas por estar no lugar errado e na hora errada", analisou Branco.

Cotidiano