PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Homem pula muro de casa, é atacado por pitbull e vai parar na UTI

Caso foi registrado no plantão policial como invasão de propriedade - Divulgação/ Guarda Civil Municipal
Caso foi registrado no plantão policial como invasão de propriedade Imagem: Divulgação/ Guarda Civil Municipal

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto (SP)

05/08/2021 15h49Atualizada em 05/08/2021 15h54

Um soldador de 42 anos foi atacado por um cachorro pitbull ao invadir uma residência, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, na noite de ontem. A polícia suspeita de que ele tentaria assaltar a casa. Devido aos ferimentos o homem está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa da cidade.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 20h a moradora estava no interior do imóvel com a filha, quando ouviu gritos de socorro vindos do quintal. Com medo, a mulher, que é esposa de um Guarda Civil Municipal (GCM), ligou para o marido relatando que um desconhecido havia invadido o local e que o suspeito estava caído no chão, sendo atacado pelo cachorro pitbull da família.

Como estava escuro, a mulher não conseguiu ver se o homem estava armado e se trancou com a filha no imóvel até a chegada dos guardas.

Equipes da GCM foram até a casa e encontraram o suspeito caído no quintal com diversos ferimentos. O animal foi contido pelo dono e o homem foi socorrido e levado para a Santa Casa.

Segundo o hospital, o soldador sofreu diversas mordidas no pescoço, braços e pernas. Ele precisou passar por uma cirurgia e está internado na UTI. O estado de saúde dele é regular.

Segundo a Guarda Civil Municipal não foi encontrada nenhuma arma com ele.

O caso foi registrado como invasão e o animal segue sob os cuidados da família.

"Como foi invasão de propriedade o cachorro agiu com o instinto de proteção. Ele estava apenas cuidando do espaço dele", explicou Roger Assis, assessor de comunicação da GCM.

Cotidiano