PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Filha entrega bilhete a PM denunciando o pai: 'Tentou matar eu e minha mãe'

Bilhete foi entregue aos policiais militares que atenderam a ocorrência, em Itapema (SC) - Reprodução/ Polícia Militar de SC
Bilhete foi entregue aos policiais militares que atenderam a ocorrência, em Itapema (SC) Imagem: Reprodução/ Polícia Militar de SC

Do UOL, em São Paulo

14/10/2021 20h22Atualizada em 14/10/2021 21h05

Uma garota de 18 anos escreveu um bilhete e entregou a policiais militares denunciando o próprio pai, na manhã de ontem, em Itapema, litoral norte de Santa Catarina. O homem teria agredido as duas filhas e a mulher após uma série de ameaças contra elas e a avó das garotas. O suspeito, que não teve identidade revelada, acabou preso.

"Ele tentou matar eu e minha mãe", escreveu a jovem no bilhete entregue aos PMs. A família estava em um sítio desde o último domingo (10). O homem é suspeito ainda de manter as filhas, de 13 e 18 anos, e a mulher em cárcere privado.

Na delegacia, a denunciante e a mãe estavam muito assustadas. Em depoimento, ela afirmou que o pai tentou matá-la com uma foice e a mãe, com um machado. Além disso, ele teria ameaçado matar a avó dela e atear fogo em sua residência. O homem foi descrito como muito transtornado e agressivo e teria arremessado cadeiras e mesas contra as vítimas. Em dado momento, ainda teria tentado obrigá-las a comer arroz com barro, mas ambas recusaram.

Para a polícia, a mãe das garotas disse que o marido a agrediu com socos e chutes, falando que ela não sairia do sítio viva e que, ao sair em sua defesa, a filha de 13 anos acabou sendo chutada nas costelas. Segundo ela, o homem as teria deixado trancadas no imóvel por dois dias e dito que as atropelaria se saíssem pelas janelas.

O suspeito foi localizado pela Polícia Militar e encaminhado à Delegacia de Polícia de Itapema, onde acabou preso em flagrante por violência doméstica, tentativa de feminicídio, cárcere prvado e lesão corporal dolosa. No momento em que foi detido, ele estava ainda com um cigarro de maconha e também acabou autuado por posse de droga.

O UOL tenta obter contato do representante legal do homem, que não teve a identidade revelada, junto à Polícia Civil, para obter esclarecimentos sobre o caso. Se houver resposta, este espaço será atualizado.

Cotidiano