Turistas são presos e pagam multa após "brincadeira" com saudação nazista em Berlim

Colaboração para o UOL

  • Tobias Schwarz/AFP Photo

    "Brincadeira" em frente ao parlamento alemão não foi perdoada pelas autoridades locais

    "Brincadeira" em frente ao parlamento alemão não foi perdoada pelas autoridades locais

Dois turistas chineses foram presos no último sábado (5) por causa de uma saudação nazista em frente ao histórico prédio do Parlamento de Berlim, um dos destinos mais populares entre os visitantes da capital da Alemanha.

Segundo informações da "CNN", a dupla foi presa por desrespeitar uma lei alemã que proíbe qualquer manifestação pública que remeta ao nazismo, bem como a utilização de objetos, tais como bandeiras, faixas, entre outros.

Após serem detidos, os turistas da China tentaram alegar que estavam apenas brincando e não tinham qualquer intenção de insultar ninguém. Porém, acabaram sendo multados em 500 euros (cerca de R$ 1.800) por violar a lei, além de terem sido 'convidados' a continuar suas férias em outro lugar.

A embaixada chinesa em Berlim, capital da Alemanha, se viu obrigada a fazer um alerta aos chineses que visitarem o país europeu. 

Para evitar que outros episódios semelhantes aconteçam, Zhou Anping, diretor da embaixada chinesa, sugeriu que os turistas sempre respeitem as regras dos países que estiverem visitando, para que não criem problemas e nem manchem a imagem da China.

"Além de viajar de forma segura, devemos respeitar todas as leis, culturas e costumes de cada país, evitando utilizar palavras ou objetos que possam ferir outras pessoas, bem como manchar a imagem dos turistas chineses", afirmou Zhou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos