PUBLICIDADE
Topo

Premiê israelense afirma que Irã tem depósito atômico secreto

Benjamin Netanyahu em seu discurso na Assembléia Geral da ONU - Richard Drew/ AP
Benjamin Netanyahu em seu discurso na Assembléia Geral da ONU Imagem: Richard Drew/ AP

Do UOL, em São Paulo*

27/09/2018 15h32

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, acusou nesta quinta-feira (27) o Irã de ter "um depósito atômico secreto" em Teerã e exibiu na ONU um mapa e uma fotografia de um edifício.

"Em maio revelamos um sítio atômico secreto do Irã. Hoje estou revelando o local de uma segunda instalação, um depósito atômico secreto iraniano", declarou Netanyahu à Assembleia Geral da ONU.

O "Irã não abandonou seu objetivo de desenvolver armas nucleares", afirmou.

"Eu asseguro a vocês que isso não acontecerá. O que o Irã esconde, Israel encontrará", acrescentou, antes de pedir à Agência Internacional para a Energia Atômica (AIEA) "inspecionar o sítio antes que os iranianos o esvaziem"

Segundo ele, cerca de 15 kg de materiais radioativos foram retirados do depósito no mês passado e espalhados por Teerã.

Ele afirmou que este lugar secreto demonstrou mais uma vez que o acordo nuclear de 2015 -- que busca frear as ambições do Irã de desenvolver a bomba atômica e que os europeus, os russos e os chineses continuam defendendo, apesar da retirada dos Estados Unidos anunciada em maio -- se baseia "em uma mentira".

Israel se opõe fortemente ao acordo nuclear do Irã, selado por Estados Unidos, Rússia, China e pelas nações europeias em 2015 e felicitou o presidente Donald Trump por tê-lo abandonado.

"Eu tenho uma mensagem para os tiranos de Teerã: Israel sabe o que vocês estão fazendo", declarou. Em seguida, acrescentou que o país vai continuar a agir contra o Irã "também na Síria e no Iraque"

(*Com Informações da AFP)