PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bióloga se veste de idosa e captura peru que causava caos em parque nos EUA

Peru que atacava visitantes de parque nos EUA  - Reprodução/Wild Life Emergency Services/Facebook
Peru que atacava visitantes de parque nos EUA Imagem: Reprodução/Wild Life Emergency Services/Facebook

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/10/2020 13h04

Como diz o ditado, "nem todo heroi usa capa". Tanto que que uma bióloga "salvou" os visitantes de um parque em Oakland, na Califórnia (EUA), após se disfarçar de idosa: ela conseguiu capturar um peru que corria solto pelo local, infernizando os visitantes com ataques surpresa.

A especialista em vida selvagem Rebecca Dmytryk capturou a ave fingindo ser mais velha, pois o animal, curiosamente, tinha como preferência "vítimas" idosas e crianças. O bicho bicava várias delas nas dependências do parque Morcon Rose Garden.

O peru incomodou tanto os visitantes que ganhou até nome. De acordo com o canal televisivo KGO-TV, ele era chamado de Gerald e tinha comportamento tão furioso que levou as autoridades locais a fecharem o parque em junho.

Mas, o reinado de terror da ave acabou após cinco meses, com a chegada da bióloga, que é também diretora dos Serviços de Emergência de Vida Selvagem da Califórnia.

Para atrair o animal, Rebecca usou ração, sementes e frutas e, logo a seguir — vestida como idosa — fingiu ser "vítima", agindo como se tivesse medo.

A estratégia deu certo. O peru quis atacá-la, mas a bióloga com 40 anos de experiência o segurou pelo pescoço. Nenhum animal foi machucado na ação. A ave foi levada até um centro de vida selvagem, localizado na cidade de Orinda.

Gerald, que hoje vive em ambiente controlado com outros perus, ainda pode ser liberto na natureza, opção que é estudada pelos cuidadores.

Internacional