Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/album/2016/07/04/climas-extremos.htm
  • totalImagens: 17
  • fotoInicial: 10
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160704060000
    • Meio ambiente [11359]; Temperatura [23648]; Clima [9148];
Fotos

IFRANE (MARROCOS), -23,9°C: Já imaginou fazer esqui em Marrocos? Em Infrane, a prática é totalmente possível. A cidade localizada no centro-norte do Marrocos fica nas montanhas do Atlas Médio, a 1.700 metros de altitude, e por ter sido colonizada por franceses possui características europeias. A altitude faz com que a neve seja abundante no inverno. Foi em Infrane que se registrou a temperatura mais baixa da África: -23,9°C, em 11 de fevereiro de 1935 Wikipedia/Creative Commons Mais

RANFURLY (NOVA ZELÂNDIA), -25,6°C: Foi nessa cidade construída a partir de um terminal ferroviário que foi registrada a temperatura mais baixa da Oceania: -25,6°C, em 17 de julho de 1903. Uma grande nevasca que acometeu a região naquele inverno severo e de longa duração. No entanto, no inverno, os termômetros costumam marcar -5°C Shellie/Flickr/Creative Commons Mais

SARMIENTO (ARGENTINA), -32°C: Foi na Patagônia argentina que foi registrada a menor temperatura da América Latina. Em 1º de junho de 1907, os termômetros marcaram -32°C na cidade de Sarmiento, na província de Chubut. O clima é frio e seco. As temperaturas costumam ficar próximas a 0°C durante o inverno Maxtdf/Flickr/Creative Commons Mais

UST 'SCHUGOR (RÚSSIA), -58,1°C: A Rússia também detém o recorde de temperatura mais baixa já registrada na Europa. No último dia do ano de 1978, os termômetros marcaram -58,1°C em Ust 'Schugor, um vilarejo rural russo, nas margens do rio Pechora Wikipedia/Creative Commons Mais

YUKON (CANADÁ), -63°C: Yukon é conhecida como a "terra do sol da meia-noite" porque durante os três meses do verão não há noite. O clima é tipicamente polar. Foi no território que foi registrada a menor temperatura já medida na América do Norte. O vilarejo histórico de Snag registrou -63°C em 3 de fevereiro de 1947. Hoje, ninguém vive lá. Snag é considerada uma cidade fantasma, mas costuma receber turistas Robert Tadlock/Flickr/Creative Commons Mais

NORTH ICE (GROENLÂNDIA), -66,1°C: A menor temperatura já registrada na Groelândia foi verificada na estação de pesquisa britânica de North Ice, em 9 de janeiro de 1954. Hoje a estação está abandonada Wikipedia/Creative Commons Mais

OYMYAKON (RÚSSIA), -67,8°C: É considerada a cidade mais fria do mundo porque durante o inverno a temperatura costuma ficar em torno dos -50°C. Em 6 de fevereiro de 1933, Oymyakon alcançou a marca dos -67,8°C já atingida por Verkhoyansk. Viver nesse frio congelante é bem difícil. Os cerca de 500 habitantes do lugar se alimentam de carne de cavalo e rena. Até se locomover fica difícil no inverno, já que os combustíveis fósseis congelam em torno dos -50°C Wikipedia/Creative Commons Mais

VERKHOYANSK (RÚSSIA), -67,8°C: É uma das menores cidades russas e já foi local de exílio político no final do século 19 e início do século 20. Não é à toa: Verkhoyansk é bem fria, tão fria, que ostenta o recorde de temperatura mais baixa já registrada na Ásia (já que fica na porção asiática da Rússia). Os termômetros marcaram -67,8°C em 5 de fevereiro de 1882. Cinco décadas depois, a mesma temperatura foi registrada em outra cidade russa: Oymyakon Wikipedia/Creative Commons Mais

VOSTOK (ANTÁRTIDA), -89,2°C: A estação de pesquisa russa detém o recorde de temperatura mais baixa já registrada no planeta Terra. A ausência de radiação solar, o céu claro, ar calmo e alta altitude explicam as temperaturas baixas. Em 1983, os termômetros marcaram -89,2°C Wikipedia/Creative Commons Mais

Já imaginou se durante o inverno a temperatura da sua cidade chegasse a -89,2°C? E se no verão os termômetros alcançassem os 56,7°C? Parece impossível, mas, essas duas temperaturas foram registradas em nosso planeta. A primeira foi medida na Antártida e é a temperatura mais baixa já registrada na Terra. A segunda foi marcada na Califórnia (EUA) e é a mais alta de que se tem notícia. Ficou curioso para saber as temperaturas extremas? É só navegar à esquerda para conhecer os lugares mais frios e à direita, os mais quentes. Os dados são da Organização Meteorológica Mundial Arte UOL Mais

FURNACE CREEK (EUA), 56,7°C: Em 10 de julho de 1913, a estação meteorológica de Furnace Creek, Califórnia, registrou 56,7°C, a temperatura mais alta já medida oficialmente no mundo. Furnace Creek era um centro das operações de mineração. Hoje, a maioria das acomodações existentes no Vale da Morte fecha assim que a temperatura atinge 51,7°C iStock/Thinkstock Mais

KEBILI (TUNÍSIA), 55°C: A cidade de 18 mil habitantes registrou a temperatura mais alta de que se tem notícia na África em 1931. Os moradores de Kebili estão acostumados com altas temperaturas e, tradicionalmente, os habitantes passam de uma geração para outra seus métodos para sobreviver aos dias mais quentes. Eles armazenam água e se esforçam para manter uma temperatura constante do corpo. É dali que saem colheitas de tâmaras para as cidades vizinhas iStock/Thinkstock Mais

TIRAT TSVI (ISRAEL), 54°C: Os termômetros registraram em Tirat Tsvi a temperatura recorde de 54°, em junho de 1942, a maior do Oriente Médio. O vilarejo está localizado 220 metros abaixo do nível do mar. Embora o clima ali seja extremo, a cidade é a uma grande produtora de tâmaras, com mais de 18 mil árvores plantadas e produzindo frutos que são vendidos em vários países iStock/Thinkstock Mais

OODNADATTA (AUSTRÁLIA), 50,7°C: Esta pequena cidade fica distante a apenas um quilômetro do deserto de Simpson, ou seja, o clima é quente e desértico. A temperatura mais alta já registrada na Oceania foi marcada nos seus termômetros: 50,7°C em 2 de janeiro de 1960 Geoffrey Rhodes/Flickr/Creative Commons Mais

RIVADAVIA (ARGENTINA), 48,9°C: Mais de 30 mil pessoas vivem em Rivadavia, no norte da Argentina, onde o clima costuma ser quente durante quase todo o ano, com uma temperatura média de 22°C. Foi em Rivadavia que se registrou a temperatura mais alta da América Latina. Em 11 de dezembro de 1905, os termômetros marcaram 48,9°C Atilio Mangold/Creative Commons Mais

ATENAS (GRÉCIA), 48°C: O clima de Atenas é tipicamente mediterrâneo: invernos amenos, verões intensos. Nessa estação as temperaturas chegam aos 40°C. Foi em 10 de julho de 1977 que a cidade grega registrou a temperatura mais alta já medida na Europa. Há quem diga que na onda de calor que atingiu a Europa em 2003, a temperatura de algumas cidades espanholas chegaram à marca, mas não há registros oficiais Thomas Hackl/Flickr/Creative Commons Mais

VANDA STATION (ANTÁRTIDA), 15°C: Foi nessa antiga base de pesquisa na Antártida que os termômetros marcaram a maior temperatura já registrada no continente gelado. A marca foi alcançada em 1º de maio de 1974. A Vanda Station só abria durante a temporada de verão e funcionou até 1991 Andrew Mandemaker/Creative Commons Mais

De -89° C a 57°C: conheça locais com as temperaturas mais extremas do mundo

Mais álbuns de Ciência e Saúde x

Últimos álbuns de Meio Ambiente

UOL Cursos Online

Todos os cursos