Exclusivo para assinantes UOL

Vilarejo de 400 habitantes receberá resíduos radioativos dos reatores da Espanha

Sandrine Morel

Enviada especial a Villar de Cañas (Espanha)

O som dos sinos da igreja ecoa no pequeno vilarejo de Villar de Cañas. “Mais um enterro”, suspira José María Saiz Lozano, primeiro conselheiro dessa comuna rural de 450 habitantes situada na província de Cuenca, 150 quilômetros ao sudeste de Madri. “O cemitério é na verdade a única atividade que funciona aqui... então um cemitério nuclear não assusta. Pelo contrário. é uma dádiva que só aparece uma vez na vida!”, diz esse ferreiro de 47 anos.

UOL Cursos Online

Todos os cursos