Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Irã, perdoe nossas ofensas ocidentais

Michel Guerrin

  • Stephane De Sakutin/Pool/Reuters

Para não ofender os olhos do presidente iraniano, Hassan Rohani, que visitou Roma nos dias 25 e 26 de janeiro, a Itália decidiu cobrir as estátuas de Vênus que ornam os Museus Capitolinos. Além de um museu sem nus, o presidente iraniano teve direito a uma refeição sem vinho, Pode-se dizer que são concessões razoáveis, assim como oferecer um cardápio sem carne de porco a estudantes muçulmanos, concessões tradicionais e sutilezas do protocolo por países que procuram vender aviões sendo atentos com o cliente. Mas muitas figuras na Itália, inclusive a do ministro da Cultura, criticaram o que seria uma “rendição” de nossos valores culturais, ainda mais pelo fato de que foi o Irã que pediu para que as esculturas fossem cobertas. O jornal “La Repubblica” resume a questão: “Para não ofender o presidente iraniano devemos ofender a nós mesmos?”

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos