Exclusivo para assinantes UOL

Pensado para terroristas, veto de Trump está barrando médicos

Donald G. McNeil Jr.

  • Jenn Ackerman/The New York Times

    O médico sírio Naeem Moulki em hospital em Minneapolis

    O médico sírio Naeem Moulki em hospital em Minneapolis

A administração Trump armou uma enérgica defesa de seu veto à entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, dizendo ser necessário evitar que terroristas entrem nos Estados Unidos. Mas o veto, agora suspenso por um juiz federal, também afetou viajantes importantes para o bem-estar de muitos americanos: os médicos.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos