Exclusivo para assinantes UOL

Discussão sobre símbolos confederados inflama tensão racial no sul dos EUA

Richard Fausset

Em Nova Orleans (EUA)

  • BRYAN TARNOWSKI/NYT

    Manifestantes contrários ao plano de remoção dos monumentos caminham em Nova Orleans

    Manifestantes contrários ao plano de remoção dos monumentos caminham em Nova Orleans

Para Malcolm Suber, os monumentos confederados que salpicam esta cidade no "sul profundo" dos EUA representam a supremacia branca, pura e simplesmente. Em vez de apenas derrubá-los, Suber, um ativista e organizador afro-americano, gostaria que a cidade distribuísse marretas e "deixasse todo mundo dar um golpe, como no Muro de Berlim".

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos