Exclusivo para assinantes UOL

Como o papa e Trump influenciam na tragédia de um bebê com doença incurável

Dan Bilefsky e Sewell Chan

Em Londres (Reino Unido)

  • Arquivo pessoal via AP

    Charlie, filho de Connie Yates e Chris Gard

    Charlie, filho de Connie Yates e Chris Gard

A longa jornada de Connie Yates e Chris Gard, cujo bebê, Charlie, não pode respirar ou se mover por conta própria, parecia ter chegado ao fim na semana passada. Os tribunais tinham decidido que a rara condição genética do menino é incurável e que a única opção humana seria desligá-lo dos aparelhos que o mantêm vivo. Os pais anunciaram que se preparavam para "a despedida final".

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos