Exclusivo para assinantes UOL

A história de um bebê afegão chamado Donald Trump

Mujib Mashal e Fahim Abed

Em Cabul (Afeganistão)

  • Jim Huylebroek/The New York Times

    Sayed Assadullah abraça seu filho Donald Trump, em Cabul, no Afeganistão

    Sayed Assadullah abraça seu filho Donald Trump, em Cabul, no Afeganistão

Ainda no ventre de sua mãe, Donald Trump era incomumente sensível. Nas noites em que ela estava nervosa, ele ficava inquieto, virando-se e chutando.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos