Topo

YouTube vira principal meio de comunicação para oposicionistas anti-Putin na Rússia

Reprodução de vídeo
Nadya Tolokonnikova, do grupo russo Pussy Riot, é entrevistada por Yuri Dud em um canal no YouTube Imagem: Reprodução de vídeo
Exclusivo para assinantes UOL

Neil MacFarquhar

Em Moscou

2019-06-16T00:01:00

16/06/2019 00h01

A televisão tradicional da Rússia, controlada pelo Kremlin, praticamente não menciona a banda punk anti-Putin Pussy Riot, nem Alexei Navalny, mais importante figura de oposição do país. Tampouco se ouve sobre feminismo ou sátiras do governo e da Rússia...

Mais Jornais internacionais