Topo

Opinião: Fui negado a entrar na Cisjordânia porque sou um defensor dos direitos humanos

Foto: AFP/Arquivos
Soldados israelenses na entrada da vila Deir Abu Mashal, na Cisjordânia Imagem: Foto: AFP/Arquivos
Exclusivo para assinantes UOL

Raed Jarrar

28/11/2017 00h01

Meu pai, Azzam Jarrar, morreu no mês passado. Ele era um palestino orgulhoso, um refugiado, um engenheiro civil, agricultor e empresário. Também era meu amigo e mentor. Ele me ensinou a tabuada de multiplicação no trajeto...