PUBLICIDADE
Topo

Opinião: O verdadeiro islã não mata quem blasfema

O escritor britânico Salman Rushdie chegou a ser condenado por blasfêmia - Rajanish Kakade/AP
O escritor britânico Salman Rushdie chegou a ser condenado por blasfêmia Imagem: Rajanish Kakade/AP
Exclusivo para assinantes UOL

Mustafa Akyol*

26/11/2018 00h01

O Alcorão tem 6.236 versos, e nenhum deles ordena que os fieis reprimam blasfêmias pela força.

A agonia de Asia Bibi, católica de 54 anos e mãe de cinco filhos, mostra que há algo de podre em seu paí...