Irmão de Wallace Souza, vice-prefeito de Manaus é preso

Especial para o UOL Notícias
Em Manaus

Atualizada às 21h43

O vice-prefeito de Manaus, Carlos Souza (PP), foi preso no começo da noite desta quarta-feira (9), pela Polícia Civil. Ele responde a processo por associação ao tráfico de drogas e é suspeito de ter encomendado a morte de traficantes de drogas. Ele é irmão do ex-deputado estadual Wallace Souza, acusado de ser o chefe de uma quadrilha que comandava o comércio de drogas no Amazonas e que assassinava traficantes para aumentar a audiência de um programa de TV apresentado pelos irmãos Souza.

Quadrilha do ex-deputado Wallace Souza agia como milícia em Manaus, diz deputado

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) disse nesta quarta-feira (18), em Manaus, que no Amazonas existem milícias armadas semelhantes às encontradas no Rio de Janeiro. A declaração foi feita durante a visita da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violência Urbana à capital amazonense que tomou o depoimento de membros da Força Tarefa que investiga o crime organizado no Estado e o envolvimento do ex-deputado estadual Wallace Souza com uma quadrilha que traficava drogas e assassinava os traficantes rivais



Como o prefeito eleito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), está em Brasília, quem assume o comando do município é o presidente da Câmara, Luiz Alberto Carijó (PTB). Amazonino já foi informado da prisão, mas ainda não foi divulgado se ele antecipará sua volta à capital.

A prisão de Carlos Souza aconteceu por volta das 19h50 (horário de Brasília). O vice-prefeito foi preso dentro de sua casa, em um condomínio de classe média alta de Manaus. Segundo o secretário-executivo de Inteligência da Polícia Civil do Amazonas, Thomaz Vasconcelos, Souza não ofereceu resistência à prisão, que foi decretada nesta quarta-feira (9) pelo juiz Mauro Antony, o mesmo que decretou a prisão de seu irmão há mais de dois meses.

De acordo com a Polícia Civil, Carlos Souza será encaminhado a uma cela especial da Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus.

Ele é o terceiro integrante da família Souza a ser preso pela polícia amazonense. O primeiro foi Rafael Souza, filho de Wallace e sobrinho de Carlos. Ele é acusado de associação ao tráfico e de ser o mandante da morte de traficantes de drogas. Rafael está preso desde o dia 20 de maio.

Wallace Souza, deputado estadual mais votado do Amazonas em 2006, está preso há pouco mais de dois meses em uma cela do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Ele foi cassado pela Assembleia Legislativa.

Outro lado
O advogado de Carlos Souza, Félix Valois, disse que ainda não recebeu o despacho da prisão preventiva de seu cliente e que só irá se manifestar oficialmente após ter acesso ao documento.

Valois disse que conversou com o vice-prefeito após a prisão e afirmou que ele está "abaladíssimo". "Não sei que medida irei tomar. Não tenho conhecimento dos motivos que levaram à decretação da prisão. Assim que souber, vou ver se entramos com habeas corpus ou outra medida para tirá-lo da prisão", afirmou.

A Secretaria Municipal de Comunicação de Manaus informou que aguarda um posicionamento do prefeito Amazonino Mendes (PTB), que se encontra em Brasília em uma reunião com ministros de Estado para se manifestar.