'Mulher mais pesada do mundo', egípcia perde 250 kg em dois meses após cirurgia bariátrica

  • Cortesia Muffazzal Lakdawala

Até fevereiro, a egípcia Eman Abd El Aty, de 36 anos, era a mulher mais pesada do mundo.

Ela pesava 500 kg, quando deixou Alexandria, no Egito, onde mora, rumo a um hospital em Mumbai, na Índia.

De tão pesada, El Aty já não saía de casa havia mais de 25 anos, passando os dias deitada em uma cama.

O transporte dela exigiu um esforço extraordinário.

Inicialmente, foi necessário derrubar uma das paredes de seu quarto para retirá-la de casa, com a ajuda de um guindaste.

El Aty foi colocada, então, em um avião de carga adaptado para recebê-la.

Chegando a Mumbai, na Índia, após sete horas de voo, ela foi transportada em um pequeno caminhão ao Saifee Hospital.

Ali foi submetida a uma cirurgia de redução de estômago e a uma dieta especial à base de líquidos.

O resultado foi impressionante: em dois meses, ela perdeu 250 kg, metade do seu peso original.

Os custos foram financiados pelo médico Muffazzal Lakdawala, um dos maiores especialistas do mundo em cirurgia bariátrica, após um pedido de ajuda da família.

Saifee Hospital

El Aty nasceu com mais de 6 kg e foi diagnosticada com elefantíase, uma doença parasitária que causa inchaço extremo dos braços e das pernas.

Aos 11 anos, ela já estava tão pesada que não conseguia mais ficar de pé, e passou a engatinhar pela casa.

Na mesma época, El Aty abandonou a escola, após sofrer um derrame que a impediu de sair da cama.

Como resultado, o lado direito de seu corpo ficou paralisado, prejudicando ainda mais sua mobilidade.

El Aty vai permanecer internada para perder mais peso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos