Brasil quer discutir sobre agência ambiental, diz Marina

Fabiana Cimieri
Do Rio de Janeiro

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, disse que o Brasil está aberto para discutir a criação de uma agência ligada à Organização das Nações Unidas (ONU) nos moldes da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização Mundial de Saúde (OMS) e que o assunto é o principal tema que será discutido na Convenção sobre Mudança do Clima e do Protocolo de Kyoto, reunião ministerial sobre meio ambiente e desenvolvimento sustentável, que reúne hoje ministros de 22 países no Palácio Itamaraty, no Rio.

A proposta de criação da agência é da França e tem o apoio já declarado da África do Sul, Argentina e Brasil. Os Estados Unidos são o principal opositor à idéia. No discurso de abertura, Marina defendeu que, mais do que a criação da agência, é necessário implementar o conceito de transversalidade do desenvolvimento sustentável em toda a estrutura das Nações Unidas.

"É embaraçoso justificar para os cidadãos de nossos países porque assumimos tantos compromissos, participamos de tantas reuniões e conferências, porque existem tantos organismos ambientais e, ao mesmo tempo, constatarmos os alarmantes indicadores de degradação ambiental do planeta", disse a ministra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos