Água pode ter causado diarreia em 540 pessoas em MG

Em Franca

A Secretaria de Saúde de Machado, cidade no sul de Minas Gerais, tenta descobrir o que fez com que 540 pessoas procurassem atendimento no pronto-socorro de Santa Casa local com sintomas de diarreia e vômito nos últimos três dias.

A suspeita é de que a água esteja contaminando a população, e amostras foram enviadas para análise. Os exames serão realizados em Belo Horizonte a partir desta segunda-feira (15).

Na cidade, a população é orientada a tomar somente água fervida.

A população do município, que tem 40 mil habitantes, está preocupada. Algumas pessoas alegam que tomaram a água e pouco tempo depois começaram a passar mal, tendo também dor de cabeça. No hospital, os doentes têm tomado soro antes de receber alta.

João Lacerda, diretor clínico da Santa Casa, diz que a orientação é para que os pacientes menos graves façam soro caseiro e se tratem em casa, já que o pronto-socorro está com grande movimento. Ele também reforça a orientação aos moradores para ferverem a água a ser consumida.

Empresa de abastecimento diz que água está potável

O SAAE (Serviço autônomo de Água e Esgoto) de Machado informou que a água distribuída no município está dentro da normalidade segundo a análise microbiológica feita com material coletado na última sexta-feira (12).

"Atestamos que a água do SAAE consumida por nossa população continua como sempre esteve, potável, com ótima qualidade e pronta para o consumo", afirmou a nota publicada na página do órgão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos