Para evitar zika, Cali, na Colômbia, distribui mosquiteiros para grávidas

Do UOL, em São Paulo

  • Luis Robayo/AFP

    Gestantes começaram a receber gratuitamente os 12 mil mosqueteiros que serão distribuídos em Cali. O país tem mais de 3.100 gestantes com o vírus

    Gestantes começaram a receber gratuitamente os 12 mil mosqueteiros que serão distribuídos em Cali. O país tem mais de 3.100 gestantes com o vírus

Mulheres grávidas que vivem na cidade de Cali, na Colômbia, começaram a receber gratuitamente da Secretaria Municipal de Saúde, nesta quarta-feira (10), mosquiteiros para prevenir a picada do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Um total de 12 mil mosquiteiros será disponibilizado às gestantes da cidade. No lançamento da campanha foram entregues 150 mosquiteiros em um posto de saúde da cidade. Os demais serão entregues nas casas das gestantes por equipes de atenção básica à saúde.

Na semana passada, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou que mais de 3.100 grávidas colombianas haviam sido infectadas com o vírus da zika, que tem sido associado a casos de microcefalia e outras más-formações neurológicas. No entanto, até o momento nenhum caso de microcefalia associada à zika foi registrado.

Cali tem 380 pessoas com suspeita de terem sido infectadas pelo vírus da zika, 48 delas são mulheres grávidas. Na Colômbia, ao menos, 25.645 pessoas foram infectadas com a doença, entre as quais 3.177 gestantes.

O governo colombiano pediu que as mulheres adiem a gravidez por seis a oito meses. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos