Anvisa aprova mais um teste que detecta se pessoa já teve zika

Do UOL, em São Paulo

  • Carlos Jasso/ Reuters

A Anvisa aprovou mais um teste sorológico para detectar o vírus da zika em exames de sangue mesmo muito tempo após a infecção. O decreto, que será publicado no Diário Oficial da União na próxima segunda (15), permite a revenda do teste sorológico, capaz de verificar a presença de anticorpos para o vírus em 15 minutos, segundo a importadora Argoslab.

O teste, feito pela canadense Biocan Diagnostics, detecta tanto anticorpos contra a zika após a infecção como em sua fase aguda. "Trata-se de um ensaio imunocromatográfico capaz de detectar anticorpos IgG e IgM em amostras de sangue do paciente. Os anticorpos IgG permitem o diagnóstico pós-infecção e os do tipo IgM permitem a identificação da fase aguda da infecção", explica a Anvisa.

Na primeira semana de fevereiro, a Anvisa liberou o registro de outros testes sorológicos para detecção de anticorpos do vírus zikaO pedido para registro dos produtos foi feito pela Euroimmun, empresa alemã que mantém filiais em diferentes países, incluindo o Brasil.

Até o momento, os testes aplicados mais usados são genéticos, do tipo PCR, e levam até uma semana para terem resultado. Além disso, o teste genético só é eficaz durante o quadro agudo da infecção –ou seja, quando a pessoa apresenta sintomas da doença. No entanto, a empresa canadense alerta em sua página oficial que os resultados do exame devem ser verificados posteriormente por outros exames.

Com a aprovação, empresas podem comercializar os testes para laboratórios, o que deve aumentar a capacidade de diagnóstico de pessoas infectadas pelo vírus no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos