Garoto deixa o hospital após três anos e vai para casa pela primeira vez

Renan Prates

Colaboração para o UOL

  • Divulgação

    Luiz Miguel, o Mig, deixa hospital em Campinas (SP)

    Luiz Miguel, o Mig, deixa hospital em Campinas (SP)

Luiz Miguel tem uma história de superação desde o seu nascimento. E nesta semana, ele fechou um capítulo dela com final feliz em Campinas, interior de São Paulo, pois aos três anos pôde enfim ir para a casa dos pais, Lívia e Lúcio, e ser tratado por lá.

"Com certeza foi Deus que passou na frente. Deus que comandou tudo. Eu falei que ele é um milagre de Deus. Milagres existem e ele é a prova disso", disse Livia para o UOL. "A sensação foi a melhor do mundo, foi como se eu tivesse tido ele ontem. Tivesse um bebê recém-nascido no hospital e indo pra casa, sabe? Muito gratificante. Uma emoção que não dá para explicar. Ele é um milagre. Perto de tudo que ele passou, quando ele nasceu. Os médicos não davam nem uma perspectiva de vida para ele. O quadro dele era muito complicado".

Luiz Miguel Monteiro Filomeno nasceu no dia 4 de fevereiro de 2014, no Hospital Cerro Pierro, em Campinas, e não saiu de lá desde então, por acumular vários problemas: hemorragia intracraniana, hidrocefalia (acúmulo de líquido dentro do crânio) e atrésia esofágica (anomalia que faz o esofâgo superior não se conectar ao esôfago inferior), além de ter apenas um pulmão em funcionamento - o esquerdo.

Segundo o hospital, que é gerido pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, Luiz Miguel nasceu com com 1 kg e 34 cm. Hoje, Mig, como passou a ser chamado carinhosamente pela equipe do local, tem 12 kg e 84 cm.

A equipe do hospital fez uma festa para a saída do Luiz Miguel, o que deixou a família muito emocionada. Todos fizeram questão de tirar fotos e registrar um momento tão especial para Mig e seus pais. Lívia admite que esse carinho a deixava mais tranquila quanto ao futuro do filho.

Divulgação
Família de Luiz Miguel se emociona na saída do garoto do hospital

"Tenho que agradecer muito ao pessoal do hospital. O amor que eles tinham com ele, os cuidados, a atenção, o carinho... Não era só de uma equipe de enfermagem, dos médicos. Era de todo mundo do hospital que interagia com ele, brincava, conversava. Falo que ele é uma pessoa abençoada; tem vários pais, várias mães e todo mundo o ama muito. Esse amor que me deixava mais tranquila aqui, porque eu moro a 120 km de Campinas, e por isso não conseguia estar a todo momento com ele".

Durante o momento que esteve internado, Luiz Miguel ganhou um amigo: o cão Fred, de um projeto organizado pelo próprio hospital. "Ele foi o primeiro animal que o Luiz conheceu. Nunca tinha visto um na frente. Ele participou muito, muito mesmo da recuperação do Luiz Miguel", reconheceu a mãe.

Cuidados em casa

A assessoria do hospital explicou que ele receberá cuidados especiais em casa - terá a ajuda de um respirador, concentrador de oxigênio e dieta por sonda. Luiz Miguel receberá acompanhamento de uma equipe multidisciplinar na residência dos pais em Espírito Santo do Pinhal, também do interior do São Paulo, formada por médico, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e nutricionista. Os familiares também foram treinados para ajudar.

"Ele não precisa mais de atendimento intensivo. Porém, ele necessita agora dos cuidados da família, da presença do home care, da ação multiprofissional e com o tempo e seu desenvolvimento motor e neurológico, esperamos que ele consiga certa liberdade, que permitirá andar, ficar fora da ventilação durante o dia, frequentar a escola, entre outras atividades. Ele precisa viver fora de uma UTI e fora das grades de um berço. É isso que desejamos a ele", ressaltou a chefe da UTI Pediátrica, Raquel Vieira da Silva.

A mãe diz que a família está consciente de que todo o cuidado e a atenção para Luiz Miguel precisam ser mantidos, principalmente até que ele recupere as suas funções pulmonares. Mas o pior já passou. E Lívia sabe a lição que fica de toda essa história.

"Primeira lição que fica é a importância da nossa fé em Deus, por esse milagre estar se concretizando. A outra é que a nossa família está muito mais unida aqui em casa. O Luiz só está acrescentando pra todo mundo. Dando uma lição de vida em todos nós".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos