Mulher sofre complicação rara e morre depois de dar à luz trigêmeos

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/GoFundMe

A neozelandesa Chervonne Magaoa, de 34 anos, morreu de uma complicação rara logo depois de dar à luz trigêmeos. As crianças estão bem. O caso, divulgado nesta terça pelo jornal local New Zealand Herald, chocou os familiares e levou pessoas que nem os conhecem a se mobilizar a ajudá-los.

Magaoa, que nasceu na cidade de Hastings, mas cresceu e vivia no Havaí, já tinha roupas novas, cobertores e até mesmo armários etiquetados com o nome de cada uma das três crianças que logo chegariam. Na última quinta, ela foi ao Centro Médico para Mulheres e Crianças Kapi'olani para sua consulta semanal, quando de repente as coisas começaram a dar errado.

Naquele dia ela foi levada ao médico pelo pai, o bispo Hyran Smith. O marido, Martin Magaoa, decidiu ficar trabalhando para tentar angariar o maior valor possível de dinheiro, já que o nascimento dos trigêmeos estava chegando - a data esperada era dia 6 de setembro.

Reprodução/GoFundMe

Smith falou ao Herald que tudo parecia normal no início do dia. "Normalmente, a consulta leva 30 minutos. Mas acabou sendo mais longa", relata. Logo em seguida, os médicos informaram que o parto teria de acontecer naquele momento, e Chervonne pediu ao pai que fosse buscar o marido e em seguida seu filho de 6 anos que estava na escola.

Smith não sabia, mas Martin Magaoa já estava a caminho do hospital. Assim, ele acabou perdendo o nascimento dos netos trigêmeos – e também os últimos momentos de vida da filha. "Por volta das 5h30, os bebês nasceram. Tudo estava bem e então ela teve uma complicação", lamenta.

Os médicos contaram para a família que Chervonne morreu de embolia por líquido amniótico logo após o parto, um evento raro que acontece, segundo eles, com uma em cada 100 mil mulheres.

Isso ocorre quando o líquido amniótico, que envolve um bebê no útero durante a gravidez e contém produtos como células, cabelo, urina e secreções dos bebês, entra na corrente sanguínea da mãe, podendo causar reações graves, incluindo insuficiência cardíaca e hemorragia. Na Nova Zelândia, isso mata em média apenas duas mães por ano.

Smith disse que quando voltou para o hospital soube que sua filha morreu. "Minha nora, que chegou aqui antes de mim, foi correndo para o carro assim que me viu, chorando. Foi quando eu descobri".

Campanha e homenagens

A família agora está preparando a cerimônia de despedida de Chervonne, que será realizada no próximo sábado no Havaí. Parentes e amigos dela e de seu marido de várias partes da Nova Zelândia viajarão para o estado americano.

Reprodução/GoFundMe

Eles também estão se mobilizando para ajudar Martin Magaoa em sua tarefa de agora cuidar dos quatro filhos pequenos sozinho – Tanner e os trigêmeos Aayden, Blaise e Carson. O bispo Smith diz que o genro está bem, mas que uma campanha online para angariar fundos já foi criada.

Smith conta que o casal vivia numa casa pequena numa vila havaiana e, com o aumento dos membros da família, precisaria de um lugar maior. Eles se conheceram na universidade, casaram-se em 2007 e sempre nutriam o desejo de ter filhos. Tanner nasceu há seis anos, mas os pais queriam lhe dar um irmão.

"Ela teve dificuldade em ter bebês. Ela e seu marido tentaram por algum tempo ter bebês e agora que eles tiveram trigêmeos, ela não queria perdê-los", afirma o pai, contando que a filha se submeteu ao tratamento de fertilização in vitro para conseguir engravidar.

"Ela era muito saudável e realmente queria aqueles bebês. Ela tinha que seguir muitos procedimentos, tinha que comer bem. Ela tinha tudo arrumado para os bebês, até uma cômoda com seus nomes neles".

Martin Magaoa homenageou nesta segunda sua esposa em uma mensagem emocionante, parte da qual ele escreveu em nome de seus trigêmeos.

"Isto é para você, meu doce bebê. Seus três bebês são saudáveis e progridem a cada dia. Você ficaria tão orgulhosa de ver e cuidar de seus tesouros verdadeiramente presenteados por Deus. Seu sacrifício e amor por eles é incrível. Sua vida continua neles. Te amo, mamãe. Aayden, Blaise e Carson".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos